AS GRAVURAS RUPESTRES DA ÁREA ARQUEOLÓGICA DO SERIDÓ, NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, BRASIL

Alano Jaciguara Dantas de Alencar Martins, Daline Lima de Oliveira, Mizael Manoel Santos da Costa, Valdeci dos Santos Júnior

Resumo


Este artigo procura mostrar um perfil gráfico preliminar dos registros rupestres com gravuras na área arqueológica do Seridó (setor geográfico do Estado do Rio Grande do Norte), evidenciando as técnicas utilizadas, os suportes rochosos, as temáticas, a cenografia e discutir possíveis fatores ambientais nas escolhas das técnicas dos registros gráficos na paisagem natural das microrregiões (Seridó Oriental e Seridó Ocidental) da área da pesquisa.

 

THE RUPESTRIC ENGRAVINGS OF THE SERIDÓ ARCHAEOLOGICAL AREA, IN THE STATE OF RIO GRANDE DO NORTE, BRAZIL
 

ABSTRACT

This paper aims to show a preliminary graphic profile of the engraved rupestrian records in the archaeological area of Seridó (geographic sector of the state of Rio Grande do Norte), highlighting the techniques used, the rocky supports, the themes, the scenography and discussing possible environmental factors in the choices of graphic recording techniques in the natural landscape of the micro-regions (Seridó Oriental and Seridó Oeste) of the research area.

Keywords: Seridó archaeological area; rock engravings; landscape


Palavras-chave


Área arqueológica do Seridó; gravuras rupestres; paisagem

Texto completo:

PDF

Referências


BORGES, Fabio Mafra. 2010. Os sítios arqueológicos Furna do Umbuzeiro e Baixa do Umbuzeiro: caracterização de um padrão de assentamento na área arqueológica do Seridó - Carnaúba dos Dantas - RN, Brasil. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Arqueologia, Universidade Federal de Pernambuco.

BRITO, F. P. 2011. Análise de gravuras rupestres pré-históricas das bacias hidrográficas do Espinharas/Sabugi/Quipauá-Barra Nova no Seridó ocidental-RN. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Pernambuco.

COSTA, Mizael Manoel Santos da. 2018, Gravuras Rupestres na Bacia do Rio Piranhas/Açu: escolhas técnicas e morfológicas nos grafismos gravados dos sítios arqueológicos do Córrego do Peixe, Jucurutu-RN-Brasil. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Pernambuco.

LUNA, Suely; NASCIMENTO, Ana. 1998. “Levantamento arqueológico do Riacho do Bojo, Carnaúba dos Dantas, RN, Brasil”. Clio: Série arqueológica, Recife. v. 1 (13), 173-186.

MAFRA, F. MARTIN, G. NOGUEIRA, M. 2014. “Intervenções arqueológicas em sítios a céu aberto na área arqueológica do Seridó: os sítios Meggers I e Meggers III – Parelhas – RN, Brasil”. Clio arqueológica, Recife, v. 30 (1), 10-37.

MAFRA, F. MARTIN, G. NOGUEIRA, M. 2015. “Sítios a céu aberto na região do Seridó Potiguar: um estudo de caso do rio da Cobra, entre os municípios de Carnaúba dos Dantas e Parelhas, RN”. Clio arqueológica, Recife, v. 31 (3), 113-132.

MARTIN, Gabriela. 2003. “Fronteiras estilísticas e culturais na arte rupestre da área Arqueológica do Seridó (RN, PB)”. Clio: Série arqueológica. Recife, v. 1 (16), 11-32.

______. 1985. “Arte rupestre no Seridó (RN): O Sítio Mirador do Boqueirão de Parelhas”. Clio: Revista do curso de mestrado em História. Recife, n. 07.

______. 1982. “Casa Santa: um abrigo com pinturas rupestres no Estilo Seridó, no Rio Grande do Norte”. Clio, v. 5 Recife.

______. 1989. “A subtradição Seridó de pintura rupestre do Brasil”. Clio arqueológica, Recife, v.1 (5), 19-26.

______. “Os sítios rupestres do Seridó, no Rio Grande do Norte (Brasil) no contexto do povoamento da América do Sul”. 1996. FUNDHAMentos. São Raimundo Nonato, PI, v. 1 (1), 339.346.

______. 1997. Pré-História do Nordeste do Brasil. Recife: Universitária da UFPE.

MARTIN, Gabriela. 1994. Apresentação. In: DANTAS, José de Azevêdo. Indícios de uma civilização antiquíssima. João Pessoa: Governo do Estado/Secretaria de Educação e Cultura/Fundação Casa de José Américo/IHGPB/A União (Biblioteca Paraibana, XI).

MARTINS, Alano Jaciguara Dantas de Alencar. 2018. Estudo das características geoambientais dos padrões de assentamentos com registros rupestres no Sertão Potiguar. Dissertação de mestrado, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Mossoró.

MEDEIROS, Osmar. SOUZA, Maurina Sampaio. 1983. “Inscrições rupestres do Rio Grande do Norte”. Coleção de textos acadêmicos, nº. 204, Museu Câmara Cascudo, UFRN, Natal-RN.

MENESES, Francisco Corrêa Telles. 1887. Lamentação brasílica. (manuscrito original existente no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro localizado no Rio de Janeiro. Obra comentada por Tristão de Alencar Araripe na Revista do Instituto Histórico e Geográfico). v.50, 74, Rio de Janeiro.

MORAES, Luciano Jacques de. 1986. “Inscrições rupestres no Brasil” Edição fac-similar da 1'Ed" IFOCS/ÙMP. Coleção Mossoroense, v. cccXXVI', série ID, n" 64. ESAMÆGD: Mossoró.

MUTZENBERG, D. S. 2007. Gênese e ocupação pré-histórica do Sítio Arqueológico Pedra do Alexandre: uma abordagem a partir da caracterização paleoambiental do Vale do Rio Carnaúba-RN. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Pernambuco. Recife.

NOGUEIRA, M. 2017. Ocupações pré-históricas a céu aberto no vale do Rio da Cobra - Carnaúba dos Dantas e Parelhas - RN. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Arqueologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife.

NOGUEIRA, M.; MAFRA, F. 2014. “Levantamento de sítios arqueológicos a céu aberto na Área 1 Arqueológica do Seridó - Rio Grande do Norte – Brasil”. MNEME – revista de humanidades, Caicó, v. 15 (35), 244-259.

PESSIS, A. M. 2002. “Do estudo das gravuras rupestres pré-históricas no Nordeste do Brasil”. Clio série arqueológica, nº. 15, 29-44.

PESSIS, Anne-Marie. MARTIN, Gabriela. 2002. “Área arqueológica de Seridó, RN, PB: Problemas de Conservação do Patrimônio Cultural”. FUMDHAMentos II, v.1 (2), São Raimundo Nonato, Piauí.

SANTOS JÚNIOR, V. 2014. “As Gravuras Rupestres da Região Oeste do Rio Grande do Norte”. Revista Contexto, v. 4 (1-2), 81-92.

______. 2008. “As técnicas de execução das gravuras rupestres do Rio Grande do Norte”. FUMDHAMentos, v. VII, 516-528.

VALLE, R. 2003. Gravuras Pré-históricas da Área Arqueológica do Seridó Potiguar/Paraibano: Um Estudo Técnico e Cenográfico. Dissertação de mestrado, Universidade Federal de Pernambuco, Recife.




DOI: https://doi.org/10.20891/clio.V35N3p170-198

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-2331

© 1984-2020 CLIO Arqueológica 
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Programa de Pós-Graduação em Arqueologia
Centro de Filosofia e Ciências Humanas, 10º andar
Avenida da Arquitetura, S/N - Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil

 

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License

 

UFPE LOCKSS Open Access

 

Instituições de referência para a CLIO Arqueológica:

Capes ABEC Fumdham INAPAS LatinRev