A PROMOÇÃO DO ENGAJAMENTO ESTUDANTIL NA EDUCAÇÃO SUPERIOR EM UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA FEDERAL BRASILEIRA E SUAS RELAÇÕES A PARTIR DA APRENDIZAGEM ANCORADA EM ENSINO POR PROJETOS

Maria Helena Cavalcanti da Silva Belchior, Maria Auxiliadora Soares Padilha

Resumo


A promoção da aprendizagem colaborativa a partir da perspectiva acadêmica atrelada aos projetos vem se mostrando, na Educação Superior, como pujante estratégia pedagógica integradora da teoria à prática. Tendo como objeto de análise as propostas curriculares discutidas na primeira unidade de uma disciplina do curso de Graduação em Hotelaria da Universidade Federal de Pernambuco, Brasil, o presente estudo é apresentado com vistas a compreender os avanços e limitações quanto à promoção de propostas educativas pautadas em projetos e suas repercussões quanto ao engajamento discente. De modo a subsidiar os achados da pesquisa, as temáticas sobre projetos de trabalho e engajamento dos estudantes se apresentam como as bases teóricas investigadas. Concernente aos procedimentos metodológicos empregados, a pesquisa é de abordagem quantitativa com caráter descritivo. A amostra, não probabilística e definida por conveniência, foi composta por 27 acadêmicos cursantes do componente curricular Gestão do Lazer e da Recreação em Empresas de Hospitalidade, no primeiro semestre de 2019 na supracitada Instituição de Ensino. Enquanto técnicas de coleta de dados listam-se a aplicação de um survey contendo dez perguntas, a observação estruturada, além da pesquisa documental. A partir da tabulação e análise das respostas, apontam como principais resultados: 62,97% dos acadêmicos (17) totalmente satisfeitos com a atividade proposta a partir da perspectiva de projetos, 66,67% totalmente concordantes quanto à aproximação - teoria e prática – concernente aos estudos acerca do Lazer e da Recreação, além de se alcançar a média total de 8,81 quando inquiridos acerca de sua autoavaliação no referido componente em específico à aprendizagem vivenciada. Destarte, a realização de propostas curriculares pautadas na aprendizagem a partir de projetos mostra-se como instrumento que promove o protagonismo do acadêmico quanto ao seu aprendizado além do estímulo à colaboração entre os partícipes. O envolvimento dos educandos em busca das soluções necessárias ao êxito da proposta acadêmica lançada ao grupo é percebido como um “desafio” a ser cumprido tanto em aspectos individuais e coletivos, estimulando assim habilidades sociais, profissionais e acadêmicas imprescindíveis na formação dos futuros especialistas a atuarem no segmento da Hospitalidade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN da Revista Educat é 2675-2344.