OS JOGOS REDUZIDOS COMO FERRAMENTA METODOLÓGICA PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DO TREINAMENTO (EAT) DO FUTEBOL

Alfredo Fagner Gonçalves Santos, Fabiano Tadeu de Costa e Souza

Resumo


O futebol, modalidade esportiva coletiva, apresenta em seu desenvolvimento de prática um  ambiente cheio de incertezas: variabilidades, aleatoriedades e imprevisibilidades. Os procedimentos metodológicos utilizados para o seu ensino-aprendizagem-treinamento  precisam contemplar a exigência de seu desenvolvimento e entre eles, os jogos em campos  reduzidos (JCR) tem se constituído como uma ferramenta metodológica bastante adequada  para essas demandas, podendo gerar influências em vários fatores de preparação dos  futebolistas (Condicionantes Técnicos e Táticos). Objetivo: A partir disso, o presente artigo  teve como objetivo geral descrever as contribuições dos jogos em campos reduzidos como  procedimento metodológico no ensino-aprendizagem - treinamento do futebol bem com na   preparação de futebolistas. Método: Foi realizado uma revisão de literatura a partir de  publicações nas bases medline e lilacs, entre os anos de 2000 a 2017 e livros no período de  1994 e 2015, onde foram descritas as variáveis estruturais do jogo: quantidade de jogadores,  campo de jogo, regras e tarefas. Conclusão: observou-se com o estudo que os  JCR promovem melhoras no condicionamento físico, tático e técnico dos futebolistas, proporcionando um melhor rendimento aos atletas durante os jogos.

Texto completo:

PDF

Referências


AMÉRICO, H. B.; CARDOSO, F. S. L.; MACHADO, G. F.; ANDRADE, M. O. C.; ELTON RIBEIRO

RESENDE, E. R.; COSTA, I. T. Análise do comportamento tático dos jogadores de futebol de

categorias de base. Journal Physical Education - UEM, v.27, 2016;

BAYER, C. O ensino dos desportos coletivos. Portugal: Dinalivro, 1994.

BORGES, A. A. R. Jogos reduzidos em futebol. Dissertação de mestrado em ciências do desporto

com especialização em jogos desportivos coletivos. Universidade de Trás-os-Montes e Alto

Douro, Vila Real, 2010.

COSTA, I. I.; SILVA, J. M. G; GRECO, P. J. Princípios táticos do jogo de futebol: conceitos e

aplicação. Revista Motriz. Rio Claro, v.15 n. 3, p. 657-668, 2009.

COSTA, I. I. Comportamento tático no futebol: contribuição para a avaliação do desempenho de

jogadores em situações de jogos reduzidos. Dissertação (Doutoramento em ciências do

desporto). Faculdade de desporto, Universidade do Porto, Porto, 2010.

COSTA, I. I et al. Relação entre a dimensão do campo de jogo e os comportamentos táticos dos

jogadores de futebol. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo, v. 25, n.1. p-79-

, 2011.

COSTA, I. I. Para um futebol jogado com ideias. Belo Horizonte. Ed: Appris: 2015.

CLEMENTE, F. M; MENDES R. S. Treinar jogando: jogos reduzidos e condicionados no futebol,

Estoril, Portugal Ed. Prime books, 2015.

DAOLIO, J. Jogos esportivos coletivos: dos princípios operacionais aos gestos técnicos-modelo

pendular a partir das idéias de Claud Bayer. Revista Brasileira Ciência e Movimento. Brasilia, v.10

n.4. p. 99-104, 2012.

GARGANTA, J.; CUNHA SILVA, P. O jogo de futebol: entre o caos e a regra. Horizonte, Lisboa,

v.16, n. 91, p.5-8, 2000.

HILL-ASS, S. V.; DAWSON, B. T.; COUTTS, A. J.; ROWSELL, G. J. Physiological responses and

time–motion characteristics of various small-sided soccer games in youth players. Journal of Sports

Science, v. 27, 2009.

KOKLU, Y. A comparison of physiological responses to various intermittent and Continuous Small-

Sided Games In Young Soccer Players. Journal of Human Kinetics, v. 31, n. 1, p. 89-96, 2012.

MACHADO, G. et al. Influência do efeito da idade relativa e do comportamento tático sobre o

desempenho de jogadores de futebol da categoria sub 17. Revista de Educação Física de Viçosa-

MG, v. 26. n. 2. p. 223-231, 2015.

MONTALVÃO, V. H. S. Efeitos do treinamento em jogos reduzidos com inferioridade numérica no

futebol. Revista Brasileira medicina do esporte. Itajubâ-MG v. 23 n. 1, 2017.

PASQUARELI, B. N.; SOUZA, V.; STANGANELLI, L. C. R. Os jogos com campo reduzido no futebol.

Revista brasileira de futebol. São José dos Campos, São Paulo. v. 03, n. 2, p. 02-27, 2010.

QUINA, J. N. Futebol: referências para a organização do jogo. Bragança. Instituto politécnico de

Bragança, 2001.

RAMPAZZO, L. Metodologia científica: para alunos dos cursos de graduação e pós-graduação.

a Edição, São Paulo: Edições Loyola, 2009.

SILVA, M. O Desenvolvimento do jogar segundo a periodização tática. Portugal, M C Sports,


Apontamentos

  • Não há apontamentos.