OS JOGOS LÚDICOS NA INICIAÇÃO DO VOLEIBOL PARA CRIANÇAS DE 8 A 10 ANOS LUDICIDADE E VOLEIBOL

Marcelo Francisco Rodrigues, Anderson Colla, Leandro André Rodrigues do Prado, Rosana Domingues dos Reis de Lazar, Henrique Miguel

Resumo


O voleibol é um esporte de alta complexidade e imprevisibilidade, contendo habilidades
motoras peculiares. No início da aprendizagem do voleibol, o professor deve propor aos alunos, brincadeiras lúdicas direcionadas para prática esportiva, respeitando o  esenvolvimento motor da criança, seus limites, de acordo com a sua faixa etária. Objetivo: O  bjetivo desse estudo foi avaliar os benefícios encontrados nos jogos lúdicos na iniciação do  oleibol para crianças de 8 a 10 anos. Método: Este trabalho foi realizado a partir de uma revisão de literatura, utilizando as  eguintes bases de dados: Scielo, Lilacs, Bireme, SBU, Sportdiscus e livros publicados, com as  eguintes palavras chave: voleibol, pedagogia do esporte e iniciação esportiva. Resultados   discussão: Dentre os estudos analisados, podemos destacar a sistematização  o  oleibol a partir de suas determinantes técnicas para a execução do jogo, permeando os  métodos de ensino a partir da repetição do  ovimento/fundamento. Conclusão: Conclui-se que   aprendizagem do voleibol a partir do jogo mostra-se uma saída importante como possibilidade metodológica, pois, proporciona ao aluno as sensações contidas no jogo formal,  para criança que inicia neste esporte é imprescindível.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, F. A. A Influência De Experiências Anteriores Na Aprendizagem De Novas Habilidades

Motoras. Lume UFRGS, 2014.

BOJIKIAN, J.C.M., e BOJIKIAN,L.P. Ensinando voleibol.4° ed. Phorte Editora, São Paulo: 2008.

COLIM, C. M. O jogar/brincar para o aprendizado do voleibol. Monografia para Licenciatura em

Educação Física-UFMS – UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL, Cuiabá, 2015.

FERRACIOLI, L. Aprendizagem, desenvolvimento e conhecimento na obra de Jean Piaget: uma

análise do processo de ensino-aprendizagem em Ciências. Revista Brasileira de Estudos

Pedagógicos, v. 80, n. 194, 2007.

GALATTI, L. R.; FERREIRA, H. B.; SILVA, Y. P. G.; PAES, R. R. Pedagogia do esporte:

procedimentos pedagógicos aplicados aos jogos esportivos coletivos. CONEXÕES: Revista da

Faculdade de Educação Física da UNICAMP, Campinas v. 6, ed. Especial, p. 397- 408, jul. 2008.

GALLAHUE, D. L.; OZMUN, J. C. Compreendendo o desenvolvimento motor: bebês, crianças,

adolescentes e adultos. São Paulo: 3ed p.3-65, 2005.

MACIEL, R. N. Mini-voleibol como estratégia de ensino do voleibol. Perspectivas On Line, v. 5, n.

, 2014.

MELO, J. P.; DIAS, N.; SOUZA, J. C. N. Do jogo e do lúdico no ensino da educação escolar. LICERE-

Revista do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer, v. 13, n. 1, 2010.

MEZZAROBA, C.; PIRES, G.L. Breve panorama histórico do voleibol: do seu surgimento à

espetacularização esportiva. ATIVIDADE FÍSICA, LAZER &QUALIDADE DE VIDA: REVISTA DE

EDUCAÇÃO FÍSICA, v. 2, n. 2, p. 3-19, 2012.

MÜLLER, A. J. Voleibol: desenvolvimento de jogadores. Florianópolis: Visual Books, 2009.

PAES, R. R; BALBINO, H. F. Pedagogia Do Esporte: Contextos e Perspectivas. Guanabara

Koogan: Rio de Janeiro, 2012.

PAES, R. R.; OLIVEIRA, V. de. A pedagogia da iniciação esportiva: um estudo sobre o ensino dos

Jogos desportivos coletivos. EFDeportes.com, Revista Digital Buenos Aires, No 71- Abril, 2004.

PORATH, M.N.; Milistetd, M.; Collet, C. N. S., R. T Nível de desempenho técnico-tático e experiência

esportiva dos atletas de voleibol das categorias de formação. Revista educação física, v. 23, n. 4, p.

-574, 2012.

REGA, G. C.; SOARES, T. A. A.; BOJIKIAN, J. C. M. Desenvolvimento das capacidades

coordenativas no voleibol. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, v. 7, n. 3, 2009.

REVERDITO, R.S; SCLAGIA, A. J. Pedagogia do esporte: jogos coletivos de invasão. São Paulo:

Phorte, 2009

RODRIGUES, N. DOS R. "Desempenho motor e escolar em crianças de 6 a 10 anos: um estudo

associativo”. Lume UFRS, 2011.

SOUZA, R.N.; JÚNIOR, E.F. A influência da educação física moral do aluno. Efdportes Revista

Digital Buenos Aires- Ano 15- N147-p.1. 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.