OCORRÊNCIA TEMPORAL DE GOLS DE CAMPEONATOS ESTADUAIS DE FUTEBOL DA REGIÃO NORDESTE

Marcos Antônio Araújo Bezerra, Lara Belmudes Bottcher, Cicero Cleber Brito Pereira, Jamark Ferreira Julião, Gabriela Gomes de Oliveira Bezerra, Naildo Santos Silva

Resumo


Introdução: O futebol é caracterizado por ser uma modalidade muito competitiva e complexa, visto que envolve a interligação de fatores de caráter físico, psicológico, tático e técnico que possui como meta final o gol, este sendo o momento mais marcante durante as partidas. Objetivo: Objetivou-se no presente estudo analisar a ocorrência temporal dos gols que ocorreram nos campeonatos estaduais do Nordeste em 2018. Método: Trata-se de um estudo do tipo documental com abordagem quantitativa, no qual foram analisados os gols das 485 partidas juntando as partidas de todos os 9 (nove) campeonatos estaduais do Nordeste em 2018. Serviram para análise, os gols dos jogos das competições, nos quais o tempo de cada jogo foi desmembrado em conjuntos de 15 minutos, mais os tempos extras (acréscimos) do período final de cada etapa. As análises estatísticas foram realizadas através de estatística descritiva por distribuição de frequência. Resultados e Discussão: Nas disputas dos campeonatos estaduais do Nordeste em 2018, durante os 485 jogos ocorreram 1185 gols, perfazendo uma média de 2,44 gols por jogo. A maior ocorrência de gols aconteceu durante o 2° tempo das partidas (média de 57,05%), sendo que o período de intervalo que incidiu a maior quantidade de gols foi 75-90 minutos (média de 25,11 gols), seguido pelo período de 60-75 minutos sendo o segundo intervalo que ocorreu mais gols (média de 22,22 gols). Conclusão: Pode-se concluir que durante os campeonatos estaduais do Nordeste em 2018, a maior incidência de gols transcorreu no segundo tempo de jogo, com incidência maior de gols no período de 75-90 minutos.


Palavras Chaves: Futebol, Esporte, Período do jogo.


Texto completo:

PDF

Referências


CAMPOS, N.; DREZNER, R.; CORTEZ, J. A. A. Análise da ocorrência temporal dos gols no Campeonato Brasileiro 2011.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte, [s.l.], v. 38, n. 1, p.58-63, jan. 2016.

HAFFNER, C.; STIVAM, E. C. Incidência de gols no Campeonato Paulista de futebol série A no ano de 2010: uma análise estatística. Efdeportes, [s.l.], v. 177, a. 17, p.01-01, fev. 2013.

MASCARA, D. I. et al. Análise da incidência de gols no Campeonato Paulista 2009: série a1, a2 e a3. Revista Brasileira de Futsal e Futebol, São Paulo, v. 2, n. 4, p.42-46, abr. 2010.

MIGUEL, H. Análise temporal dos gols anotados durante a disputa da Eurocopa de seleções 2012. Efdeportes, [s.l.], v. 174, a. 17, p.1-1, nov. 2012.

MORTIMER, L. et al. Comparação entre a intensidade do esforço realizada por jovens futebolistas no primeiro e no segundo tempo do jogo de Futebol. Revista Portuguesa Ciência Desporto, [s.l.], v. 6, n. 2, p.154-159, maio 2006.

RAMPININI, E. et al. Technical performance during soccer matches of the Italian Serie A league: Effect of fatigue and competitive level. Journal of Science and Medicine in Sport, [s.l.], v. 12, n. 1, p.227-233, jan. 2009.

RIBEIRO, A. G. S. V. et al. Incidência de gols na copa do mundo de futebol de 2014.

Revista Brasileira de Futsal e Futebol, São Paulo, v. 9, n. 33, p.160-164, ago. 2017.

RISSATI, J. P. M. Incidência temporal de gols no futebol: análise do sul-americano sub-20. Revista Brasileira de Futsal e Futebol, São Paulo, v. 10, n. 36, p.23-26, abr. 2018.

SILVA, C. D.; CAMPOS JÚNIOR, R. M. Análise dos gols ocorridos na 18ª Copa do Mundo de futebol da Alemanha 2006. Efdeportes, [s.l.], v. 101, n. 11, p.1-1, out. 2006.

SILVA, T. R. Incidência Temporal de Gols no Campeonato Brasileiro Série A 2017. 2018. 22 f. TCC (Graduação) - Curso de Educação Física, Universidade Federal Ouro Preto, Ouro Preto - Mg, 2018.

SILVA, T. W.; SILVA, S. P.; BORBA, L. Índices quantitativos de vitórias e derrotas: uma análise na copa do mundo feminina FIFA 2015. Revista Brasileira de Futsal e Futebol, São Paulo, v. 10, n. 36, p.89-93, mar. 2018.

TEMPONE, G. M. T.; SILVA, C. D. Análise de indicadores quantitativos de vitórias e derrotas na Copa do Mundo FIFA 2010. Revista Brasileira de Futebol, [s.l.], v. 5, n. 1, p.42-46, Jun. 2012.

VARGAS, C. E. A. et al. Copa do mundo de 2010: Análise quantitativa de gols e indicadores técnicos. Revista Brasileira de Ciências do Futebol. [s.l.], 1(1): p.80-86, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.