MODELO DE GESTÃO ESPORTIVA NO FUTSAL

José Eduardo Martins de Lima

Resumo


Introdução: O esporte é sem dúvida nenhuma um fenômeno social e econômico para o mundo, onde existe o desenvolvimento não apenas das habilidades especificas, mas sim engajamento maior de crianças praticantes para seu desenvolvimento, momento de ocupação do tempo livre até a busca de uma vida mais saudável. Objetivo: Descrever o funcionamento de uma competição esportiva na modalidade do futsal na cidade do Recife e região metropolitana, com intuito de divulgar um modelo de gestão esportiva e fomentar a prática do esporte escolar. Método: Trata-se como um relato de experiência que acontece de forma descritiva, denominada Copa das Estações. Discussão: Este modelo de gestão apresentado satisfaz uma carência do mercado de eventos esportivos de nível pedagógico para a modalidade do futsal, apresentando aos jovens e futuros atletas mais opções para as praticas no esporte. Conclusão: Dessa forma este trabalho teve o cuidado em apresentar e divulgar uma atividade especifica para gestão esportiva direcionada para o futsal em uma instituição de ensino.

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, P. H. O esporte como negócio: uma visão sobre a gestão do esporte nos dias

atuais. Revista Estudos, v. 36. Goiânia, 2009.

CARDIA, Wesley. Marketing e patrocínio esportivo. 1 ed. Porto Alegre. Bookman: 2004.

CARRAVETTA, E. S. P. Modernização da gestão no futebol brasileiro: perspectivas para

qualificação do rendimento competitivo. AGE. Porto Alegre, 2006.

CHELLADURAI, P. Sport management: defining the field. European Journal for Sport

Management, v.1, p.7-21, 1994.

DAIUTO, M. B. Basquetebol: Metodologia do Ensino. São Paulo, Editora Esporte – Educação,

FERREIRA, A. B. H. Mini Aurélio Escolar Século XXI: o minidicionário da língua portuguesa. 4

ed. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 2003.

MELO, R; MELO, L. Ensinando Futsal. Sprint. Rio de Janeiro, 2007.

PINE, I. J.; GILMORE, J. H. O espetáculo dos negócios: desperte emoções que seduzam os

clientes, sensações intensas determinam o valor de produtos e serviços. 2 ed. Rio de Janeiro,

PIRES, G. Gestão do Desporto – Desenvolvimento organizacional. Ed. Apogesd. Porto. Portugal,

PITTS, B. G.; STOTLAR, D. K. Fundamentals of sport marketing. 2 Ed. Morgantown: Fitness

Information Technology, 2002.

ROBBINS, S. P. Managing today! Upper Saddle River: Prentice-Hall, 1997.

SLACK, T.; PARENT, M. M. Understanding sport organizations: the application of organizational

theory. 2 ed. Champaign: Human Kinetics, 2006.

TEIXEIRA, S. Gestão das Organizações. Lisboa Mcgraw – Hill de Portugal. Portugal, 2005.

TOLEDO, L. H. No País do Futebol. Jorge Zahar. Rio de Janeiro, 2000.

REZENDE, J. R. Organização e administração no esporte. Rio de Janeiro. Sprint, 2000.

ZOUAIN, D. M., PIMENTA, R. C. Perfil dos profissionais de administração esportiva no Brasil. In:

Word Sport Congress. Barcelona, 2003. Disponível em:

acessado em: maio de 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.