Sobre a Educação Física e o Esporte da Bahia

Francisco Moreira Costa

Resumo


Século XXI ano 2021 plena pandemia da Covid-19 o ser humano sofre de semiimobilismo. Hoje refletia referente à minha juventude na escola fundamental – Escola Técnica Federal da Bahia e no ensino médio – Centro Integrado Anísio Teixeira, lembro-me o quanto mobilizava meu corpo com a prática da Educação Física e a participação na equipe de Handebol da escola, nestes tempos não havia dispensa da educação física escolar mesmo os estudantes que participavam destas equipes esportivas, adoravam, pois representava a escola, a satisfação em vestir a camisa do time da escola. Treinava-se três vezes por semana e participava da Educação Física duas vezes por semana nem por isto achava ruim, muito pelo contrário, pois a energia era muito grande.

Texto completo:

PDF

Referências


COSTA, M. F. Atleta de Alto Rendimento ou Atleta de Alto Risco? (Dissertação de Mestrado),

Fundação Visconde de Cairú (FVC) – SSA – Ba, 2005.

MELO, V. A. História Comparada do Esporte – Rio de Janeiro: Shape, 2007.

SILVA, L. S.; FERREIRA, M. A.; OLIVEIRA, L. M. F. T.; RODRIGUES FILHO, E. A.; LEÃO, I. C. S.

Por onde anda o esporte escolar em Pernambuco? Caderno de Educação Física e Esporte, v. 19,

n.1, jan./abr. p. 1-6, 2021


Apontamentos

  • Não há apontamentos.