FÓSSEIS DE MAMÍFEROS PLEISTOCÊNICOS EM PALEOCANAL FLUVIAL, MUNICÍPIO DE INHAPI, ALAGOAS

Johnson Oliveira Nascimento, Jorge Luiz Silva, Yumi Asakura

Resumo


O Estado de Alagoas vem apresentando um significativo potencial científico na área da paleontologia e importantes sítios fossilíferos têm sido encontrados. No município de Inhapi encontra-se o Sítio Paleontológico Lagoa de Inhapi, onde há uma ocorrência de fósseis depositados em leito fluvial, algo não comum para o estado de Alagoas. Foram encontrados nove táxons de mamíferos pleistocênicos: Eremotherium laurillardi, Notiomastodon platensis, Toxodon sp., Palaeolama major, Hippidion sp., Glyptotherium sp., Holmesina paulacoutoi, Panochthus sp. e Pampatherium humboldti. O sítio pode ser classificado como uma associação monotípica e poliespecífica com alta diversidade de espécies da megafauna pleistocênica. As análises de difratometria e espectrometria de raios-x, indicam uma pequena substituição da hidroxiapatita dos ossos por outros minerais, o que demonstra que o ambiente vinha apresentando baixa precipitação pluviométrica, diminuindo a possibilidade da substituição da biomineralização primária por minerais dissolvidos no meio, o que indica períodos secos, já durante o Pleistoceno Final.

Palavras-chave


Megafauna, Paleovertebrados, Quaternário, Pleistoceno Final, Difratometria de Raios-X.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.