Hierarquia, complexidade e coesão: a vontade de poder como multiplicidade e as suas possíveis combinações

Mariana Lins Costa

Resumo


Ao observar a natureza e o homem, o Nietzsche da maturidade, conferiulhes
um mesmo caráter, o qual denominou vontade de poder. No decorrer
das suas investigações, tal caráter foi ampliado de explicação do universo
orgânico, para explicação daquilo que há de mais elementar na própria
existência e que, na sua elementaridade, viria a conformar todos os
entes. Dentre as características que conformam o caráter da vontade de
poder, destacamos duas: a luta por mais poder e a conformação através
de hierarquias. O presente artigo visa a investigar as nuances referentes
à vontade de poder no seu grau mais elementar e as suas possíveis
combinações estruturais – combinações essas que são os próprios
entes. Nesse plano do mais elementar, defendemos que a diferenciação
qualitativa entre os entes se refere sobretudo ao grau de complexidade e
de coesão das estruturas hierárquicas que os compõem.


Palavras-chave


Vontade de poder. Hierarquia. Complexidade. Coesão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Esta é uma revista de acesso aberto. Isto significa que todo o conteúdo está disponível de maneira livre e gratuita para o usuário (a) ou para sua instituição. Aos usuários (as) é permitido ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, fazer buscas e usar o link para os textos completos de artigos ou usá-lo para qualquer outra finalidade legal, sem ter que pedir permissão para editores ou autores. 

Licença Creative Commons
Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva Filosófica está indexada atualmente pelo DIADORIM, pelo Sumário.org, pelo Google Scholar, pela REDIB e pelo LATINDEX.