A ordem da natureza e o caos da sociedade em Rousseau

Gustavo Cunha Bezerra

Resumo


Neste artigo procuraremos mostrar, a partir principalmente da análise  elaborada por Bronislaw Bazcko em Rousseau:  Solitude  et  communauté,  como  a  oposição  elaborada  por  Rousseau  entre  a  ordem  na
natureza e o caos na sociedade, o permite desvencilhar a origem do mal de qualquer princípio metafísico. O  mal,  presente  nos  conflitos  da  vida  em  sociedade,  é  consequência  exclusiva  das  ações  humanas.  A ordem da natureza representa, assim, um modelo na difícil tarefa de superação de tais conflitos, que não ocorrem apenas entre os homens, mas que são igualmente interiorizados pelo indivíduo.

Palavras-chave


Mal; natureza; ordem; Rousseau.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.