Agostinismo político: a apropriação dos textos agostinianos no De ecclesiastica potestate de Egídio Romano

Ricardo Evangelista Brandão, Marcos Roberto Nunes Costa

Resumo


Egídio Romano é o principal defensor do teocracismo papal medieval, segundo o qual o poder espiritual é superior ao temporal. Para defender essa tese, Egídio utiliza diversos argumentos extraídos de Aristóteles, Dionísio, Tomás de Aquino e, principalmente, Santo Agostinho. Para o presente artigo, pretendemos analisar
tão somente os argumentos egidianos inspirados em ideias de Agostinho, intencionando averiguar se, considerando uma interpretação mais aprofundada do pensamento do Hiponense, a compreensão de Egídio dos textos agostinianos no De ecclesiastica potestate se sustentam ou se foram utilizados de forma incorreta.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.