LINGUAGEM E JOGO: Aspectos Fundamentais do Conceito Wittgensteiniano de «Sprachspiele»

Gerson Francisco de Arruda Júnior

Resumo


O propósito central deste texto é o de apresentar, em seus traços mais significativos, os principais aspectos da concepção pragmática da linguagem assumida por Wittgenstein em sua Spätphilosophie. Trata-se, portanto, de uma caracterização dos aspectos fundamentais da concepção segundo a qual a linguagem, como um jogo, constitui uma praxis, isto é, uma atividade humana, governada por regras, que está intrinsecamente ligada à forma comum de agir da humanidade. Mostra-se, ainda, que esta maneira de conceber a linguagem tem como consequência filosófica a ideia de que a linguagem não possui qualquer “essência”.

Palavras-chave


Wittgenstein; Jogos de linguagem; Forma de vida; Semelhanças de família.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Esta é uma revista de acesso aberto. Isto significa que todo o conteúdo está disponível de maneira livre e gratuita para o usuário (a) ou para sua instituição. Aos usuários (as) é permitido ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, fazer buscas e usar o link para os textos completos de artigos ou usá-lo para qualquer outra finalidade legal, sem ter que pedir permissão para editores ou autores. 

Licença Creative Commons
Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva Filosófica está indexada atualmente pelo DIADORIM, pelo Sumário.org, pelo Google Scholar, pela REDIB e pelo LATINDEX.