A temporaneidade do espaço da arte arquitetônica na filosofia fenomenológica existencial de Evaldo Coutinho

Gilfranco Lucena Dos Santos

Resumo


O presente artigo tem o objetivo de apresentar e discutir o caráter temporâneo do espaço arquitetônico e sua relação com a existência histórica à luz da obra O Espaço da Arquitetura do filósofo recifense Evaldo Coutinho (1911-2007). Em seu sentido filosófico do espaço arquitetônico, o espaço-tempo mantém um vínculo fundamental no vão da arte arquitetônica, de tal maneira que eles podem orientar e resguardar artisticamente no habitáculo arquitetônico a existência histórica do ser humano. Trata-se, pois, de pensar a história sob o signo de uma filosofia da arte arquitetônica.

Palavras-chave


Fenomenologia. Arquitetura. Espaço. Tempo. História.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Esta é uma revista de acesso aberto. Isto significa que todo o conteúdo está disponível de maneira livre e gratuita para o usuário (a) ou para sua instituição. Aos usuários (as) é permitido ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, fazer buscas e usar o link para os textos completos de artigos ou usá-lo para qualquer outra finalidade legal, sem ter que pedir permissão para editores ou autores. 

Licença Creative Commons
Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva Filosófica está indexada atualmente pelo DIADORIM, pelo Sumário.org, pelo Google Scholar, pela REDIB e pelo LATINDEX.