O valor da verdade segundo as Confissões de Agostinho de Hipona

Jandui Evangelista de Oliveira, Marcos Roberto Nunes Costa

Resumo


Mais do que um conceito, a verdade é para Agostinho aquilo que, por assim dizer, fundamenta sua própria subjetividade. Por meio de sua descoberta vemos uma grande transformação na vida do Bispo de Hipona: desde sua conversão ao cristianismo, bem como, o começo da sua atividade filosófica. Em vista disso, o presente trabalho procura mostrar e, ao mesmo tempo, analisar a busca de Agostinho por seu eu mais profundo que, em última medida, culminará com seu encontro com a verdade. Onde, a verdade vai se constituir como aquilo que ele encontrou depois de percorrer os caminhos mais diversos em sua vida pregressa. Para tanto, partimos das Confissões, obra na qual ele relata todo esse percurso, o que justifica nossa compreensão de que aqui essa questão é apresentada de forma mais consistente e amadurecida. Por outro lado, procuramos também, fazer uma ponte, vez ou outra, com as contribuições de alguns comentadores sobre a temática em questão.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.