Sêneca e a Terapia de Cura das Afecções da Alma

Mariana Monteiro Condé

Resumo


Tendo em vista o caráter trágico da condição humana, do qual a finitude e os infortúnios são os traços mais marcantes, Sêneca buscará formular, em sua filosofia moral, uma estratégia capaz de lidar com nossos estados de alma de perturbação. Neste sentido, o objetivo deste artigo é o de examinar em que consiste a terapia senequiana de cura das afecções da alma humana, o que se busca levar a termo ao traçar a relação existente entre alguns aspectos de sua antropologia e da escala de valores estoica. Ora, o que se argumenta aqui é que a terapia em questão consiste numa estratégia de re-valoração, amparada, sobretudo, na busca pelo sentido dos fenômenos e, também, no hábito da contínua meditação.


Palavras-chave


Sêneca. Antropologia e axiologia estoicas. Terapia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Mariana Monteiro Condé

Esta é uma revista de acesso aberto. Isto significa que todo o conteúdo está disponível de maneira livre e gratuita para o usuário (a) ou para sua instituição. Aos usuários (as) é permitido ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, fazer buscas e usar o link para os textos completos de artigos ou usá-lo para qualquer outra finalidade legal, sem ter que pedir permissão para editores ou autores. 

Licença Creative Commons
Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva Filosófica está indexada atualmente pelo DIADORIM, pelo Sumário.org, pelo Google Scholar, pela REDIB e pelo LATINDEX.