A questão da identidade de provas, a tese da normalização e alguns de seus pressupostos semânticos básicos

Tiago de Castro Alves

Resumo


O artigo oferece , em primeiro lugar, uma caracterização da questão da identidade de provas como um problema concernente à semântica de argumentos dedutivos, pertinente à lógica e à filosofia da linguagem. Em seguida, é dada uma descrição dos principais aspectos formais e conceituais daquela que é provavelmente a proposta de abordagem formal dessa questão mais bem de-senvolvida na literatura: a chamada tese da normalização, proposta em caráter conjectural em Prawitz 1971. Finalmente, alguns dos pressupostos semânticos que alicerçam a formulação dessa tese – componentes importantes da concepção representacionalista de provas que ela instancia – são expostos e discutidos quanto a suas possíveis motivações e consequências relevantes. Para além dos objetivos atinentes ao seu teor, este tem a meta pedagógica de tornar acessível e fomentar a consideração da questão da identidade de provas no seio da comunidade filosófica de língua portuguesa.


Palavras-chave


Identidade de provas. Semântica. Argumentos dedutivos. Derivações. Normalização.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Tiago de Castro Alves