O problema dos fundamentos da matemática e as raízes do anti-excepcionalismo lógico

Sanderson Molick

Resumo


A chamada crise dos fundamentos da matemática, perpetrada pela descoberta dos paradoxos da teoria ingênua de conjuntos, bem como pela descoberta dos teoremas de Gödel, desencadeou uma série de reações à forma como entendemos o conhecimento matemático. Dentre as visões usuais, as mais conhecidas tentam erguer uma base para o conhecimento matemático a partir de elementos a priori, como a noção de prova, ou de “intuição primordial”, como é o caso de alguns intuicionistas. O presente artigo tem como objetivo apresentar uma visão antagônica às posições apriorísticas como forma de identificar as raízes históricas do chamado anti-excepcionalismo lógico. Para tanto, o texto apresenta as ideias de Lázslo Kalmár e de seu empirismo matemático com o objetivo de contrastar formas de anti-excepcionalismo pré- e pós-Quine. O problema dos fundamentos da matemática é utilizado como critério de demarcação entre estas posições.


Palavras-chave


Anti-Excepcionalismo Lógico. Fundamentos da Matemática. Lázslo Kalmár. Empirismo Matemático.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Sanderson Molick

Esta é uma revista de acesso aberto. Isto significa que todo o conteúdo está disponível de maneira livre e gratuita para o usuário (a) ou para sua instituição. Aos usuários (as) é permitido ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, fazer buscas e usar o link para os textos completos de artigos ou usá-lo para qualquer outra finalidade legal, sem ter que pedir permissão para editores ou autores. 

Licença Creative Commons
Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva Filosófica está indexada atualmente pelo DIADORIM, pelo Sumário.org, pelo Google Scholar, pela REDIB e pelo LATINDEX.