Os estudos das políticas públicas no Brasil: passado, presente e caminhos futuros da pesquisa sobre análise de políticas.

Felipe Gonçalves Brasil, Ana Claudia Niedhardt Capella

Resumo


O campo de políticas públicas, como parte do campo mais amplo da ciência política, ainda que recente quando comparado à outras áreas, apresenta um conjunto complexo de elementos e variáveis importantes para sua constituição como campo do conhecimento. Originada no contexto estadunidense no início dos anos 1950, os estudos da análise de políticas se transformam e se expandiram ao longo dos anos. Apresentando semelhanças, mas também importantes diferenças com relação ao surgimento e a consolidação do campo, no Brasil é possível verificar uma forte expansão nos estudos sobre as políticas públicas nas últimas décadas. Com o objetivo de formar quadros públicos no período que engloba o pós-1988 e a década de 90, à análise de políticas sociais pelas lentes do federalismo, das teorias democráticas e do neoinstitucionalismo entre o final dos anos 1990 e 2000, é que surgem na literatura nacional as primeiras revisões teóricas desenvolvidas no contexto estadunidense. O presente artigo busca retomar o histórico dos estudos sobre políticas públicas no Brasil, resgatando a construção deste campo do conhecimento no país, bem como apresentar tanto um retrato do cenário atual como apontar caminhos futuros para o desenvolvimento de uma agenda de pesquisas sobre a análise de políticas


Palavras-chave


Políticas púbicas; Análise de políticas; Produção de política

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Política Hoje - ISSN: 0104-7094

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

I S S N   0 1 0 4  –  7 0 9 4