Itaipu, 30 anos depois: subsídios para a segurança energética brasileira e a cooperação sub-regional na Bacia do Prata

Crístian Veríssimo Faustino

Resumo


O presente artigo tenciona demonstrar que a importância de Itaipu transcende os temas relativos à segurança energética, estando inserida no contexto mais complexo (e dinâmico) das relações Brasil-Paraguai. Inicialmente concebida como resposta à crescente demanda energética da indústria brasileira, a usina representaria o marco de incorporação de Assunção à órbita de influência de Brasília, em substituição ao antigo papel desempenhado por Buenos Aires. Após a análise das negociações responsáveis pela criação de Itaipu (e a institucionalização de um regime hidropolítico no Cone Sul), serão repassados os principais itens da agenda bilateral, à luz das insatisfações paraguaias e seus problemas internos.


Palavras-chave


Energia hidrelética; relações Brasil-Paraguai; segurança energética

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Política Hoje - ISSN: 0104-7094

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

I S S N   0 1 0 4  –  7 0 9 4