Okinawa: uma Análise de Segurança Humana em meio às Abordagens Estratégico-Militar e Nacional

Aline Chianca Dantas, Paulo Roberto Loyolla Kuhlmann

Resumo


Este trabalho tem o intuito de analisar três perspectivas de segurança na região de Okinawa no Japão, tentando ressaltar a importância da segurança humana em meio às abordagens geoestratégico-militar e nacional. A segurança geoestratégico-militar será pontuada de acordo com os interesses estadunidenses na região asiática e, mais especificamente, através do território japonês, sendo discutidos assuntos, como, a aliança existente entre EUA e Japão e a existência de bases militares estadunidenses em Okinawa. Já a segurança nacional será tratada sob o enfoque da relação entre Estado e segurança, sendo delineadas as premissas básicas pelas quais o Japão se guia na concretização da proteção nacional e discutida a forma como a estrutura interna do país influencia na definição desse papel estatal. Dessa forma, perceber-se-á que essas duas manifestações de segurança, muitas vezes, complementam-se, pois são ambas focadas em interesses nacionais e fundamentam-se na Teoria Realista das relações internacionais, apesar de existirem pontos de divergência entre elas, que serão discutidos ao longo desse estudo. Por sua vez, a segurança humana levará em consideração uma abordagem mais crítica, expressa, principalmente, pela Teoria Construtivista das Relações Internacionais, revelando a insegurança da população okinawana frente à presença de bases militares na região, a qual é fortalecida pelo viés da segurança nacional japonesa, que se legitima, contraditoriamente, na ideia de proteção social, e pela perspectiva da segurança geoestratégico-militar.


Palavras-chave


Okinawa. Segurança geoestratégico-militar. Segurança nacional. Segurança humana.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Política Hoje - ISSN: 0104-7094

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

I S S N   0 1 0 4  –  7 0 9 4