Um Modelo para Explicar as Coligações Eleitorais para a Câmara Federal Brasileira (1998-2006)

Umberto Guarnier Mignozzetti, Manoel Galdino, Rodolpho Talaisys Bernabel

Resumo


Neste trabalho analisamos algumas das principais hipóteses da literatura brasileira sobre coligações eleitorais, com base nas experiências do período de 1998 a 2006. Construímos um modelo no qual as principais referências sobre os incentivos eleitorais de se entrar em uma coligação (Lima Jr, 1983; Lavareda, 1999; Nicolau, 1996) foram agrupadas com uma perspectiva ideológica das coligações (Carreirão, 2002; Dantas e Praça, 2004; Dantas, 2007). Testamos então a capacidade preditiva do modelo sobre as coligações que se formaram no período de estudo de nosso trabalho. A inovação do modelo está em englobar uma perspectiva ideológica com uma perspectiva estratégica focada em incentivos, mostrando que ambas podem coexistir no entendimento das estratégias partidárias.

Palavras-chave


coligações pré-eleitorais; eleições; partidos; Brasil

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Política Hoje - ISSN: 0104-7094

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

I S S N   0 1 0 4  –  7 0 9 4