Programa espacial brasileiro e descontinuidade científica

Ana Lucia do Amaral Villas-Bôas

Resumo


O presente estudo cobre as pouco mais de três décadas que vão do período de transição democrática vivenciado pelo país no final do governo do general João Batista Figueiredo até a atualidade. Analisa em que medida houve continuidade nas políticas de ciência e tecnologia apresentadas ao longo dos sucessivos governos da Nova República. A crise econômica subsequente ao fim da ditadura militar é revista, bem como a solução proposta para sua liquidação, no tocante á C&T pelos governos que se seguiram. É analisada a prioridade dada a ciência e tecnologia nos planos de governo que marcaram a Nova República, com prioridade para as tecnologias desenvolvidas dentro do programa espacial brasileiro, onde procuramos checar se as metas colocadas pelo PNAE (2012/2021) foram, efetivamente realizadas.

Palavras-Chaves: Políticas Científicas; Brasil; Tecnologias Espaciais; Nova República.


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Lei nº 8.854, de 10 de fevereiro de 1994. Cria, em natureza civil, a Agência Espacial Brasileira e dá outras providências. Diário Oficial da União. Distrito Federal - Seção 1 – 11 fev. 1994, p.2089.

EARP, Fábio Sá (Coord.). VILLAS-BÔAS, Ana Lucia do Amaral; EARP, Carlos Alberto, Sá. A questão mineral na Constituição de 1988. Rio de Janeiro: CETEM/CNPq, (Série Estudos e Documentos, 8),1989.

KRUG, T. Tecnologias espaciais como suporte à gestão dos recursos naturais. Revista Parcerias Estratégicas, CEE/AEB, n. 1, p. 211-226, 1999.

MONSERRAT, Jr. Exploração espacial e direito: interesses e necessidades dos países em desenvolvimento em Direito Espacial. Revista Parcerias Estratégicas. CEE/AEB, p. 165-190, 1999.

PNAE. Programa Nacional de Atividades Espaciais. Brasília: Presidência da República, 2012-2021.

ROCHA, Márcio. Programa Espacial Brasileiro: desafios e perspectivas. Encontro com a História, Museu de Astronomia e Ciências Afins, Rio de Janeiro, 30 de outubro de2013.

SARDEMBERG, R. Globalização: visão do Atlântico Sul. In: Nação e Defesa: Revista de Assuntos Políticos, Econômicos, Científicos e Militares. Lisboa: Instituto da Defesa Nacional, n. 80, out./dez., 1996.

SCHWARTZMAN,S. Ciência e tecnologia no Brasil: uma nova política para um Mundo Global. In: SCHWARTZMAN, S. (Coord.). Ciência e tecnologia no Brasil: política industrial, mercado de trabalho e instituições de apoio. Rio de Janeiro: FGV, 1995, p.28 e 29.

VILLAS-BÔAS, A. L. Mineração e desenvolvimento econômico: o projeto nacional no contexto da globalização ─ 1964- 1984. Rio de Janeiro: CNPq/CETEM,v.2, 1995, p.53.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Ana Lucia do Amaral Villas-Bôas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

I S S N   0 1 0 4  –  7 0 9 4