Política Externa, Mídia e o Mercosul: uma análise da cobertura da Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo

Marcos Alan S. V. Ferreira, Gabriel de F. L. Lira

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar a cobertura da imprensa brasileira sobre a adesão da Venezuela ao MERCOSUL, em especial os diários Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo, dois dos principais jornais do país. Busca-se entender como ambos jornais reportaram o processo e, consequentemente, seu viés diante deste importante acontecimento no âmbito regional. Foram examinadas através do método de análise de conteúdo 295 notícias dentre editoriais, artigos de opinião e notícias informativas publicadas pelos dois jornais. As teorias que expõem a relação entre a mídia e política externa serviram como arcabouço teórico para a realização deste trabalho. Os resultados demonstram que a união de notícias de cunho negativo e a construção de um personagem antidemocrático, aliados a editoriais de posicionamento, expõem as tentativas da Folha e do Estadão de construir um consenso de que a adesão venezuelana não seria benéfica para o país nem para o MERCOSUL.


Palavras-chave


Mídia; Política Externa; Venezuela; Mercosul

Texto completo:

PDF

Referências


ABRIL. Paraguai adia decisão sobre entrada da Venezuela no MERCOSUL. Abril, 13 de agosto de 2009. Disponível em: . Acesso em: 12 mai. 2016.

ARCE, Anatólio. M. e SILVA, Marcos. A. D. Venezuela e MERCOSUL: uma inserção via Brasil?. Conjuntura Austral, Porto Alegre 3 (12), 2012: 61-85.

BANDEIRA, Moniz. Venezuela é indispensável. Folha de São Paulo, 10 de dezembro de 2005. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2016.

BARBERO, Jesús-Martin. Globalização Comunicacional e transformação cultural. IN: MORAES, Denis. Por uma outra comunicação: Mídia, mundialização cultural e poder. Rio de Janeiro: Record, 2004.

BARDIN, Lawrence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BID. Setor de integração e comércio (INT). Informe Mercosul n° 18. 2014. Disponível em: < https://publications.iadb.org/bitstream/handle/11319/6020/Informe%20MERCOSUL%20N%C2%B0%2018%20(2012-2013)%20Segundo%20semestre%202012%20-%20Primeiro%20semestre%202013.pdf?sequence=4>. Acesso em: 03 dez. 2016

BURITY, Caroline Rangel Travassos. A influência da mídia nas relações internacionais: um estudo teórico a partir do conceito de diplomacia midiática. Contemporânea 21 11 (1), 2013.

BURITY, Caroline R. T. Mídia e Relações internacionais: Diplomacia midiática no governo Lula (2003-2010). Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual da Paraíba, 2012.

CAMARGO, Julia F. O papel dos atores domésticos no processo de tomada de decisão em política externa: Uma análise da mídia. I Simpósio em Relações Internacionais do Programa de pós-graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas (UNESP, UNICAMP e PUC-SP), 2007. Disponível em: . Acesso em: 24 abr. 2016

CAMARGO, Julia Faria. Ecos do fragor: a invasão do Iraque em 2003: a mídia internacional e a imprensa brasileira. Phd diss., Universidade de Brasília, 2008.

CHOMSKY, Noam. A manipulação do público. São Paulo: Futura, 2003.

DIANNI, Cláudia. Venezuela ajuda pouco Mercosul, diz estudo”, Folha de São Paulo, 26 de janeiro de 2006. Disponível em: . Acesso em: 24 abr. 2016.

FERREIRA, André Fernandes. A mídia e a política externa dos Estados Unidos: Uma análise crítica. Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais – FAJS, Curso de Relações Internacionais, 2011. Disponível em: . Acesso em: 12 abr. 2016.

FERREIRA, M. A. S. V., FONSECA, L. R. B. & VIEIRA, E. P. M. Os diagnósticos sobre paz e segurança no Brasil: uma análise comparativa das bases de dados sobre violência e conflitos, Conjuntura Austral, v. 7, n. 38, p. 60-73, 2016.

FOLHA DE SÃO PAULO. Chávez traz incerteza para bloco comercial. Folha de São Paulo, 09 de novembro de 2005a. Disponível em: < http://www1.folha.uol.com.br/fsp/dinheiro/fi0912200540.htm>. Acesso em 15 abr. 2016.

FOLHA DE SÃO PAULO. Venezuela no Mercosul”. Folha de São Paulo, 12 de dezembro de 2005b. Disponível em: . Acesso em: 24 abr. 2016.

FOLHA DE SÃO PAULO. Pés de barro. Folha de São Paulo, 06 de julho de 2006. Disponível em: . Acesso em 15 abr. 2016.

FOLHA DE SÃO PAULO. O melhor é dizer não. Folha de São Paulo, 25 de novembro de 2007. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2016.

FOLHA DE SÃO PAULO. Sem rumo no Mercosul. Folha de São Paulo 02 de agosto de 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2016.

FREIXO, Adriano de; RODRIGUES, Guilherme Sobrinho Lopes. Imprensa e Política Externa: o ABC Color e as renegociações do acordo de Itaipu (2008-2011). Carta Internacional, v. 9, n. 2, jul-dez 2014, p. 109-124.

FRIEDMAN, Thomas L. The World is Flat: a Brief History of the Twenty-Frist Century. Farrar, Straus and Giroux, 2005.

GILBOA, Eytan. Diplomacy in the media age: three models of uses and effects. Diplomacy & Statecraft, v. 12, n. 2, p. 1-28, 2001.

GILBOA, Eytan. Global Communication and Foreign Policy. Journal of Communication 52 (4): 731-748, 2002. DOI: 10.1111/j.1460-2466.2002.tb02571.x

GOLDZWEIG, Rafael S. “A Entrada da Venezuela no Mercosul: Análise dos Aspectos Políticos e Econômicos”. RICRI - Revista de Iniciação Científica em Relações Internacionais, vol. 1, No 1, pp. 02-29, 2013.

JUCÁ, Romero. Sem o norte, não há Mercosul pleno. Folha de São Paulo, São Paulo, 09 out. 2009. Disponível em: < http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz0910200908.htm>. Acesso em: 10 de mai. 2016.

LAVILLE, C.; DIONNE, J. Das Informações à Conclusão: Análise de conteúdo. In: LAVILLE, C.; DIONNE, J. A construção do saber: Manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. Porto Alegre: ARTMED, 1999.

NOGUEIRA, Joana Laura Marinho. A Venezuela no Mercosul. Conjuntura Internacional, PUC Minas, 11 de julho de 2007.

O ESTADO DE SÃO PAULO. Venezuela deve tornar-se 5º membro do Mercosul. O Estado de São Paulo, 15 de outubro de 2005a. Disponível em: . Acesso em: 24 mar. 2016

O ESTADO DE SÃO PAULO. Mercosul bolivariano. O Estado de São Paulo, 05 de maio 2009a. Disponível em: . Acesso em: 24 mar. 2016.

O ESTADO DE SÃO PAULO. A Argentina, Chávez e o Mercosul. O Estado de São Paulo, 03 de junho de 2009b. Disponível em: . Acesso em 24. mar. 2016.

O ESTADO DE SÃO PAULO. Golpe contra o Mercosul. O Estado de São Paulo, 03 de julho de 2012a. Disponível em: . Acesso em: 24 mar. 2016.

O ESTADO DE SÃO PAULO. O desmonte do Mercosul. O Estado de São Paulo , 06 de julho de 2012b. Disponível em: . Acesso em: 24 mar. 2016.

OLIVEIRA, R. P. Política Externa do governo Chávez: seus principais fundamentos e objetivos. In OLIVEIRA, R. P., NOGUEIRA, S. G., and MELO, F. R. (orgs.) América Andina: integração regional, segurança e outros olhares [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2012. pp. 59-80.

PARLAMENTO DEL URUGUAY. Protocolo de Adhesión de la República Bolivariana de Venezuela al MERCOSUR. 02 de novembro de 2006. Disponível em: . Acesso em: 14 abr. 2016.

RUIZ, José Briceño. El ingreso de Venezuela miembro pleno del MERCOSUR. Las miradas de um proceso complejo. Revista Aportes para la Integración Latinoamericana. Año XV, n. 20 jun. 2009.

UOL. Parlamento argentino aprova entrada da Venezuela no MERCOSUL”. UOL, 07 de dezembro de 2006. Disponível em: . Acesso em 15 abr. 2016.

VILLA, Rafael. A política externa venezuelana de Chávez para a América do Sul: entre a ideologização das identidades e as necessidades do pragmatismo. Observatório Político Sul-Americano. RJ: IUPERJ, Análise de Conjuntura n. 10, out. 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Marcos Alan S. V. Ferreira, Gabriel de F. L. Lira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

I S S N   0 1 0 4  –  7 0 9 4