Análise do Comportamento do Saldo de Radiação Instantâneo em Áreas de Cerrado por Produtos Orbitais (Analyze of Behavior of Net Radiation Instantaneous in the Areas of Cerrado by Orbitals Products)

Marcos Esdras Leite, Gabriel Alves Veloso, Manoel Reinaldo Leite, Lucas Augusto Pereira da Silva

Resumo


O objetivo deste trabalho foi analisar por pontos amostrais o saldo de radiação instantâneo em diferentes usos da Terra na Área de Proteção Ambiental (APA) Rio Pandeiros no Norte de Minas Gerais em período seco e chuvoso (08/08/2016 e 27/10/2016). A escolha dessa área de estudo se deu pelo fato de ser uma APA, e, observa-se avanços significativos de ações antrópicasem seu território. Para auxiliar este trabalho, foram utilizadas técnicas de sensoriamento remoto e imagens do Landsat – 8 (OLI/TIRS). O saldo de radiação mostrou ter variação de acordo com cada uso da Terra estabelecido para análise, tendo maiores valores para corpos hídricos e em áreas de vegetação nativa. Destaca-se as áreas de Veredas com os maiores valores, tendo relação com suas características biológicas.

 

 

A B S T R A C T

The objective this work was analyze by sample point the instantaneous net radiation in diferente land uses in the Environment Pretection Area (APA) River Pandeiros in the North Minas Gerais in period dry and rainy (08/08/2016 and 27/10/2016). The choice this study area by the fact of being a APA observe significant advances of anthropic actions in the distribuition territories. For help this work, was basidestechical of remote sensing and images of Landsat – 8 (OLI/TIRS). The net radiation showed varied accord in every land use establish for analyze, haved values high for body water and native vegetation.  Pointed veredas areas in values high, haved relationship in yours biologicals characteristic.

Keywords: Cerrado, APA River Pandeiros, Net radiationand Land uses.


Texto completo:

PDF

Referências


Alves, L. E. R.; Gomes, H. B.; Santos, M. M.; Freitas, I. G. F. 2017. Balanço de RadiaçãoAtravés do Satélite Landsat-8 naBacia do Rio Pajeú. Revista do Departamento de Geografia 33, 117-127. DOI: 0.11606/rdg.v33i0.124577.

Bezerra, J. M.; Moura, G. B. A.; Silva, B. B.; Lopes, P. M. O.; Silva, E. F. F. 2014. Parâmetrosbiofísicosobtidosporsensoriamentoremotoemregiãosemiárida do estado do Rio Grande do Norte, Brasil. RevistaBrasileira de EngenhariaAgrícola e Ambiental 18, 73–84.

Banco de Dados Geomorfométricos do Brasil. Disponívelem: http://www.dsr.inpe.br/topodata/.

AcessoemSetembro de 2017.

CPRM. Companhia de Pesquisa Recursos Minerais. Disponível em: http://www.cprm.com.br. Acesso em Setembro de 2017.

Filgueiras, R.; Ribeiro, R. B.; Rodrigues, C. N. 2013.Estimativa da Evapotranspiração a partir de imagens do sensor MODIS aplicada à região Norte de Minas Gerais. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, Centro CientíficoConhecer – Goiânia 9, 1067-1078.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2010. Disponível em: http://www.ibge.gov.br. Acesso em: Setembro de 2017.

ICMBio, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, 2011. Disponível em: http://www.icmbio.gov.br. Acesso em: Setembro de 2017.

IGAM. Instituto Mineiro de Gestão das Águas, 2015. Disponível em: http://www.igam.com.br.

Acesso em: Setembro de 2017.

INMET. Instituto Nacional de Meteorologia, 2016. Disponível em: www.inmet.gov.br. Acesso em: Setembro de 2017.

INPE. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, 2016. Disponível em: www.inpe.br. Acesso em Setembro de 2017.

Leite, M.E.; Fonseca, G.S.; Silva, L.A.; Leite, M.R. 2018. Geotecnologias aplicadas a estimativa da temperatura de superfície em diferentes usos e ocupações do solo na Área de Proteção Ambiental do Rio Pandeiros – Minas Gerais. Caderno de Geografia 28, 490-509. DOI: 10.5752/P.2318-2962.2018v28n53p490-509.

Lins, F. A. C.; Araújo, D. C. S.; Silva, J. L. B.; Lopes, P. M. O.; Oliveira, J. D. A.; Silva, A. T. C. S. G. 2017. Estimativa de Parâmetros Biofísicos e Evapotranspiração Real no Semiárido Pernambucano Utilizando Sensoriamento Remoto. Irriga, Botucatu, IRRIGA & INOVAGRI Edição Especial, 64-75.

Lopes, H. L.; Silva, B. B.; Pacheco, A. P. 2014. Distribuição Espacial do Saldo de Radiação e Fluxo de Calor no Solo no território de Itaparica, Nordeste do Brasil. Revista Brasileira de Cartografia 66, 233-244.

Lopes, P. M. O.; Valeriano, D. M.; Silva, B. B.; Moura, G. B. A.; Silva, A. O. 2013. Simulação do saldo de radiação na Serra da Mantiqueira. Revista Brasileira deEngenharia Agrícola e Ambiental

, 780–789. DOI: 10.1590/s1415-43661023000700013.

Lu,D.; Li, G.; Moran, E.; Kuang, W. 2014. A comparativeanalysisof approaches for successionalvegetationclassification in theBrazilianAmazon, GIScience& Remote Sensing 51, 695-709. DOI: 10.1080/15481603.2014.983338

Macedo, F. L.; Bertonha, L. J.; Rodrigues, R. A. F.; Silva, H. R. SILVA, B. B. Dalchiavon, F. C. 2014. Utilização de imagens digais TM – Landsat 5 para estimação da evapotranspiração real diária. Bol. geogr., Maringá 32, 101-120.

Machado, C. C.; Silva, B. B.; Albuquerque, M. B.; Galvíncio, J. D. 2014. Estimativa do balanço de energia utilizando imagens TM – Landsat 5 e o algoritmo SEBAL no litoral sul de Pernambuco. Revista Brasileira de Meteorologia 29, 55 – 67.

Matos, R. C. M.; Candeias, A. L. B.; Azevedo, J. R. G. 2016. Estimativa do Saldo de Radiação Instantâneo no entorno do reservatório de Itaparica - PE com uso de imagens orbitais. Revista Brasileira de Cartografia 68, 641-654.

MMA. Glossário. Disponível em: http://www.mma.gov.br. Acesso em Julho de 2018.

Oliveira, L. M. M.; Montenegro, S. M. G. L.; Silva, B. B.; Moura, A. E. S. S. 2015. Balanço de Radiação por Sensoriamento Remoto em Bacia Hidrográfica da Zona da Mata Nordestina. 2015. Revista Brasileira de Meteorologia 30, 16 – 28. DOI:10.1590/0102-778620130652.

Santos, C. A. C.; Wanderley, R. N.; Araújo, A. L.; Bezerra, B.G. 2014. Obtenção do Saldo de Radiação em áreas de pastagem e floresta na Amazônia (estação seca) através do sensor MODIS. Revista Brasileira de Meteorologia 29, 420 – 432.

Silva, A. M.; Silva, R. M.; Silva, B. B. Determinação da Temperatura da Superfície e Estimativa do Saldo de Radiação e Evapotranspiração usando imagens Landsat e Dados Observados. 2015. Revista Brasileira de Cartografia 67, 1203-1216.

Silva, B. B.; Braga, A. C.; Braga, C.C.;Oliveira, L. M. M.; Montenegro, S. M. G. L.; Junior, B.B. 2016. Procedures for calculation of the albedo with OLI-Landsat 8 images: Application to the Brazilian semi-arid. RevistaBrasileira de EngenhariaAgrícola e Ambiental 20, 3-8. DOI:http://dx.doi.org/10.1590/1807-1929/agriambi.v20n1p3-8

Silva, L. A.; Leite, M. R.; Veloso, G.A. 2017. NDVI como indicador de alterações nos sistemas de usos da Terra e no Albedo de Superfície no Município de Várzea da Palma (Minas Gerais). Revista GeoNordeste 2, 76-94.

Silva, L. A. P.; Leite, M. R.; Filho, R. M. Geotecnologias aplicadas ao mapeamento da evolução geográfica dos sistemas de usos da terra da bacia do rio Jatobá. GeoTemas 7, 93-108.

Sothe, C.; Liesenberg,E.;Almeida, C.M.; Schimalski, M. B. 2017. Abordagens para classificação do estádio sucessional da vegetação do Parque Nacional de São Joaquim empregando imagens Landsat-8 e Rapideye.BulletinofGeodeticSciences, 23, 389-404. doi: 10.1590/S1982-21702017000300026

USGS. UNITED STATED GEOLOGICAL SURVE.2016. Disponível em: https://landsat.usgs.gov/using-usgs-landsat-8-product. Acessado em: 06/08/2018.

Veloso, G. A 2013. Análise Espaço Temporal dos Componentes do Balanço de Radiação, Energia e Evapotranspiração, Usando Técnicas de Sensoriamento Remoto em Áreas Irrigadas do Projeto Jaíba/MG. Dissertação (Mestrado). Uberlândia, UFU.

Veloso, G. A.; Ferreira, M. E.; Silva, B. B. 2017. Determinação da evapotranspiração real diária em áreas irrigadas do projeto Jaíba (Minas Gerais, Brasil), mediante imagens Landsat 5 – TM. Revista Cerrados 15, 53-76.

Vieiro, G.P.; Ferreira, J. H. D.; Arantes, E.J. 2014. Quantificação da demanda hídrica utilizando balanço de água no solo e levantamento agrícola por imagens de satélite. Irriga, Botucatu 19, 675-693.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v11.6.p2067-2080

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License