Sensoriamento remoto aplicado ao monitoramento temporal do eucalipto no município de Grão Mogol – MG (Remote sensing applied to the temporal monitoring of eucalyptus in city of Grão Mogol - MG)

Mariley Gonçalves Borges, Marcos Esdras Leite, Manoel Reinaldo Leite, Hérick Lyncon Antunes Rodrigues

Resumo


Com o objetivo de analisar a dinâmica espacial do eucalipto no município de Grão Mogol nos anos de 1994, 2009 e 2015, em função do aumento das áreas de eucalipto no município nas duas últimas décadas, o sensoriamento remoto apresentou grande importância. Essa tecnologia permitiu, por meio da técnica de fotointerpretação, distinguir e delimitar as áreas de eucalipto na imagem de satélite, identificar o local em que estão inseridas e monitorar o seu crescimento nos anos propostos, sendo considerada uma técnica fundamental para estudos ambientais e muito utilizado pelos profissionais da área. A monocultura de eucalipto vem avançando e modificando a paisagem do município de Grão Mogol, estando presente em variadas altitudes e tipologia de solos. Nesse sentido, este estudo é importante para o monitoramento da expansão desse cultivo e seus impactos socioambientais

 

 

ABSTRACT

The aim of this work is to analyze the spatial dynamic of eucalyptus in the municipality of Grão Mogol, in the years of 1994, 2009 and 2015, due to the increase of eucalyptus areas in the municipality in the past two decades. In that sense, the remote sensing presented great importance, because permitted through photo interpretation technique to distinguish and delimitate the eucalyptus areas in the satellite image, to identify the place in what they are inserted and monitoring its increasing in the proposed years and; is a fundamental technique for environmental studies and very used by professionals of the area. The eucalyptus monoculture has come advancing and modifying the landscape of the municipality of Grão Mogol, being present in varied heights and typologies of soils and it’s seen the necessity of studies and searches for not causing losses and damages to population and biodiversity. Thus, this study is very relevant for monitoring these areas, for the performing of environmental studies and for further impact analysis.

Key-words: Grão Mogol. Eucalyptus. Remote Sensing.


Palavras-chave


Grão Mogol; Eucalipto; Sensoriamento Remoto.

Texto completo:

PDF

Referências


ABTCP. Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel, 2012. Disponível em: http://www.abtcp.org.br/. Acesso em: 08 nov 2015.

CIB. Conselho de Informações de Biotecnologia, 2008. Disponível em: http://cib.org.br/cib2014/wp-content/uploads/2011/10/Guia_do_Eucalipto_junho_2008.pdf. Acesso em: 7 out 2015.

CNA. Confederação da agricultura e pecuária do Brasil,2011. Plantio de Eucalipto no Brasil: mitos e verdades. Brasília, DF.Disponível em: http://www.canaldoprodutor.com.br/sites/default/files/mitos-e-verdades-low.pdf. Acesso em: 24out 2015.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2010. Disponível em: http://www.ibge.gov.br. Acesso em: 5 nov 2015.

IDHM, Índice De Desenvolvimento Humano. 2010. Disponível em: http://atlasbrasil.org.br/2013/pt/perfil_m/gr%C3%A3o%20mogol_mg. Acesso em: 11 dez 2015.

IEF.Instituto Estadual de Florestas,2005. Montes Claros – MG.Disponível em: http://servicos.meioambiente.mg.gov.br/regionais/reg08.asp. Acesso em: 14 out 2015.

INPE. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais,2001. Disponível em: http://www.inpe.br/. Acesso em: 01 dez 2015.

Laschefski, K.,2005. A insustentável leveza da política ambiental: o comércio de carbono, as plantações de eucalipto e a sustentabilidade das políticas públicas – uma análise geográfica.Autêntica, Belo horizonte.

Leite, M.E.,Almeida, J.W.L.,Silva, R.De., 2012. Análise Espaço-Temporal do Eucalipto no Norte de Minas Gerais nos anos de 1986, 1996 e 2010. Revista GeoTextos [Online] 8.Disponível em: http://www.portalseer.ufba.br/index.php/geotextos/article/viewFile/5931/4645. Acesso em:06dez 2015.

MME.Ministério de Minas e Energia,2005. Disponível em:http://www.mme.gov.br/. Acesso em: 01 dez 2015.

Nobre, B.A., Leite, M.E.,2012.Monocultura do eucalipto e o conflito ambiental na Bacia do Canabrava, no Norte de Minas Gerais.Revista VITAS – Visões Transdisciplinares sobre Ambiente e Sociedade[Online] 4. Disponível em: http://congressods.com.br/terceiro/images/trabalhos/GT9/pdfs/bruno_alves_nobre.pdf. Acesso em: 24 out. 2015.

Oliveira, F.R.D., Menegasse, L.M., Duarte, U., 2002. Impacto ambiental do eucalipto na recarga de água subterrânea em área de cerrado, no médio Vale do Jequitinhonha, XII Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas. Disponível em:http://aguassubterraneas.abas.org/asubterraneas/article/viewFile/22677/14879. Acesso em: 01 out 2015.

PFA. Pró-Flora Agroflorestal, 2004. Disponível em: http://profloraagroflorestal.com.br/. Acesso em: 11 nov 2015.

USGS.United States Geological Survey,2013. Disponível em: http://landsat.usgs.gov/about_landsat7.php. Acesso em: 04 out 2015.

Viana, M.B., 2004. O Eucalipto e os Efeitos Ambientais do seu Plantio em Escala. Biblioteca Digital Câmara dos deputados. 01-29.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v11.6.p2046-2056

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License