Criar poder popular: um legado chileno para as esquerdas latino-americanas dos dias atuais

José Renato Vieira Martins

Resumo


o artigo discute as experiências das esquerdas chilenas de construção de organizações classistas de autodefesa dos trabalhadores ante a ofensiva dos agrupamentos fascistas no governo Salvador Allende (1970-1973); analisa os cordões industriais e os acampamentos - formas embrionárias de poder popular - impulsionados em resposta ao recrudescimento da luta de classes; finalmente, discute as heranças desses experimentos para a esquerda brasileira nos dias que correm.

Palavras-chave


Golpe. Poder popular. Cordões industriais. Acampamentos.

Texto completo:

PDF

Referências


CASTELLS, Manuel. (1973). Movimiento de pobladores y lucha de clases, in EURE, Revista Latinoamericana de estudios urbano sociales, Vol. III..

MARTINS, JRV. (1976). Chile. Coleção Nossa América Nuestra. Fundação Perseu Abramo, São Paulo.

TOURAINE, Alain. (1974). Vida y muerte del Chile popular. Siglo Veintiuno Editores. México DF, 1974.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de Estudos AntiUtilitaristas e PosColoniais - ISSN: 2179-7501

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Creative Commons CC Atribuição Não comercial, sem derivação 4.0.