Interculturalidade Enquanto Prática na Educação Escolar Indígena

Raimundo Nonato Ferreira do Nascimento, Marion Teodósio de Quadros, Vânia Fialho

Resumo


Este artigo se propõe a compreender a interculturalidade enquanto prática na educação escolar indígena. Com ênfase nos autores latino americanos, refletimos sobre algumas possibilidades conceituais da interculturalidade, para em seguida, analisar sua aplicabilidade prá-
tica em duas escolas indígenas de Roraima: Escola Estadual Indígena Eurico Mandulão na comunidade Raimundão e Escola Estadual Indígena Dom Lourenço Zoller, na comunidade Pedra Preta. Na primeira, analisamos o desfile cívico em comemoração a independência do Brasil e, na segunda, uma apresentação do Projeto Sexta Cultural.
Além disso, exploramos várias características das escolas e das comunidades em nossa análise etnográfica, cujo trabalho de campo foi realizado de 2011 a 2013. As relações entre indígenas e não indígenas tem múltiplas faces, nelas ocorrem práticas interculturais nas quais as
relações de troca, conflito e fusão de horizontes, convivem com as de assimilação e tolerância. Apontamos a coexistência da interculturalidade crítica e da funcional em ambas as comunidades.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br