Povos Tradicionais e a Questão Nuclear: conflitos socioambientais e resistências à central nuclear em Itacuruba

Whodson Silva, Vânia Fialho

Resumo


O presente trabalho busca problematizar o campo sociopolítico em que se dá a instalação da Central Nuclear do Nordeste em Itacuruba, Sertão de Pernambuco – Brasil. Nossa análise considera o lugar que os povos tradicionais ocupam nessa arena de conflitos socioambientais. O cenário atual aponta para a consolidação de uma política nuclear que prioriza fatores como a importância militar da tecnologia nuclear e a sofisticação embutida nessa tecnologia que a apresenta como a forma de energia do futuro. Diante desse contexto, os povos tradicionais em Itacuruba têm elencado uma série de enfrentamentos no intuito de assegurar a proteção de suas territorialidades específicas frente à instalação do complexo nuclear no Rio São Francisco. Tais enfrentamentos configuram um repertório de ações coletivas e confrontos políticos na região do Sertão pernambucano.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br