CONHECIMENTO DE PUÉRPERAS SOBRE BOAS PRÁTICAS EM CENTRO DE PARTO

Elias de Almeida Silva, Ana Maria Martins Pereira, Sibele Lima da Costa Dantas, Paula Renata Amorim Lessa Soares, Laura Pinto Torres de Melo, Nicolau da Costa, Antonia de Maria Gomes, Joana Darc Martins Torres

Resumo


Objetivo: analisar o conhecimento das puérperas acerca das boas práticas realizadas por enfermeiros na assistência ao parto e nascimento. Método: trata-se de um estudo transversal desenvolvido no centro de parto normal e alojamento conjunto de um hospital municipal. Contou-se com a participação de 204 puérperas internadas com idade igual ou superior a 18 anos. Realizou-se a coleta de dados no período de agosto a novembro de 2018 por meio da aplicação de um formulário estruturado. Analisaram-se os dados por meio da estatística descritiva e analítica. Resultados: evidenciou-se que as puérperas têm conhecimento quanto às posições que promovem o maior conforto durante o trabalho de parto e parto, bem como o direito a se ter um acompanhante. Revelou-se, porém, o conhecimento reduzido no que se refere às práticas não farmacológicas para o alívio da dor. Conclusão: verifica-se a necessidade de se intensificar as ações durante a assistência pré-natal na perspectiva de se empoderar a mulher para o trabalho de parto e parto.


Palavras-chave


Conhecimento; Cuidados de Enfermagem; Parto Normal; Enfermagem Obstétrica; Humanização da Assistência; Terapias Complementares.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Souza CM, Ferreira CB, Barbosa NR, Marques JF. Nursing staff and the care devices in the childbirth process: focus on humanization. Rev pesqui cuid fundam [Internet]. 2016 [cited 2019 jul 13]; 5(4):743-754:743-54. Available from: https://doi.org/10.9789/2175-5361.2013v5n4p743.

Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas Área Técnica de Saúde da Criança e Aleitamento Materno. Gravidez, parto e nascimento com saúde, qualidade de vida e bem-estar [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2014 [acesso em: 16 jun. 2019]. 19p. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/gravidez_parto_nascimento_saude_qualidade.pdf.

Organización Mundial de la Salud (OMS). Cuidados en el parto normal: una guía práctica. Departamento de Investigación y Salud Reproductiva. Ginebra, 1996.

Reis CSC, Souza DOM, Nogueira MF, Progianti, JM, Vargens OMC. Analysis of births attended by nurse midwives under the perspective of humanization of childbirth. Rev pesqui cuid fundam [Internet]. 2016 [cited 2019 jul 13]; 8(4):4972-4979. Available from: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i4.4972-4979.

Santos ECP, Lima MR, Conceição LL, Tavares CS, Guimarães AMAN. Conhecimento e aplicação do direito do acompanhante na gestação e parto. Enferm foco (Brasília) [Internet]. 2016 [cited 2019 jul 13]; 7(3/4):61-2. Available from: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2016.v7.n3/4.918.

Melo RM, Angelo BHB, Pontes CM, Brito RS. Men’s knowledge of labor and childbirth. Esc Anna Nery [Internet]. 2015 [cited 2019 jul 13]; 19(3):454-9. Available from: http://dx.doi.org/10.5935/1414-8145.20150060.

Pacheco VC, Silva JC, Mariussi AP, Lima MR, Silva TR. The influences of race/color on unfavorable obstetric and neonatal outcomes. Saúde debate [Internet]. 2018 [cited 2019 jun 16]; 42(116):125-37. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/0103-1104201811610.

Baldisserotto ML. Associação entre as boas práticas de assistência ao trabalho de parto e parto e a avaliação pelas puérperas do cuidado recebido. Mestrado em Ciências Epidemiológicas [Dissertação na Internet]. [Rio de Janeiro]: Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca – ENSP/FioCruz; 2015 [acesso em: 16 jun. 2019]. Disponível em: https://bvssp.icict.fiocruz.br/lildbi/docsonline/get.php?id=4479.

Matos DS, Rodrigues MS, Rodrigues TS. Atuação do enfermeiro na assistência ao pré-natal de baixo risco na estratégia saúde da família em um município de Minas Gerais. Enferm rev [Internet]. 2013 [cited 2019 jul 13]; 16(1):18-33. Available from: http://periodicos.pucminas.br/index.php/enfermagemrevista/article/view/12937/10176.

Almeida JM, Acosta LG, Pinhal MG. The knowledge of puerperae about non-pharmacological methods for pain relief during childbirth. REME rev min enferm [Internet]. 2014 [cited 2019 jul 13]; 19(3):711-17. Available from: http://dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20150054.

Silva EC, Rocha ELCA, Araújo RCG, França AMB. Recursos não farmacológicos para o alívio da dor no trabalho de parto: revisão integrativa. Ciênc biol saúde Unit [Internet]. 2017 [cited 2019 jul 13]; 4(1):123-34. Available from:https://periodicos.set.edu.br/index.php/fitsbiosaude/article/view/3911/2276.

Nunes GS, Souza PC; Vial DS. Recursos fisioterapêuticos para o alívio da dor no trabalho de parto. Rev FAIPE [Internet]. 2017 [cited 2019 jul 13]; 5(1):90-9. Available from: http://www.revistafaipe.com.br/index.php/RFAIPE/article/view/51.

Ferrão ACC, Zangão MOB. Freedom of movement and position in the first stage of labor. Rev Ibero-american saúd envelhec [Internet]. 2017 [cited 2019 jul 13]; 3(1):813-25. Available from: http://www.revistas.uevora.pt/index.php/saude_envelhecimento/article/view/179/350.

Silva Ú, Fernandes BM, Paes MSL, Souza MD, Duque DAA. Nursing care experienced by women during the childbirth in the humanization perspective. J Nurs UFPE online [Internet]. 2016 [cited 2019 jul 13]; 10(4):1273-9. Available from: http://dx.doi.org/10.5205/reuol.8464-74011-1-SM.1004201614.

Leal MC, Pereira APE, Domingues RMSM, Filha MMT, Dias MAB, Nakamura-Pereira M et al. Obstetric interventions during labor and childbirth in Brazilian low-risk women. Cad Saúde Pública [Internet]. 2014 [cited 2019 jul 26]; 30(Suppl 1): S17-S32. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00151513.

Lemos IC, Agenor CS, Oliveira DCC, Carvalho FC. Produção científica nacional sobre práticas interativas não farmacológicas no trabalho de parto: uma revisão integrativa da literatura. Enferm obstétrica [Internet]. 2014 [cited 2019 jul 14]; 1(1):25-30. Available from: www.enfo.com.br/ojs/index.php/EnfObst/article/view/7.

Scheidt TR, Bruggemann OM. Water birth in a maternity hospital of the supplementary health sector in Santa Catarina, Brazil: a cross-sectional study. Texto & contexto enferm [Internet]. 2016 [cited 2019 jul 17]; 25(2): e02180015. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072016002180015.




DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963.2021.246029



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios