ESTRATÉGIA DE CONTRIBUIÇÃO PARA A EDUCAÇÃO DOS PROFISSIONAIS EM HANSENÍASE*

André Willian Lozano, Clinton Fábio Gomes da Silva, Vânia De Arco Paschoal, Natalia Parpinelli Garcia, Luana Lais Femina, Priscila Donda, Susilene Maria Tonelli Nardi

Resumo


Objetivo: relatar a experiência da construção e planejamento de educação em saúde e a eficácia da aplicação de um programa educativo para profissionais de saúde, empregando-se a metodologia pedagógica problematizadora. Método: trata-se de um estudo qualitativo, descritivo, tipo pesquisa-ação, que é uma apropriação coletiva do conhecimento, com a participação de uma enfermeira/pesquisadora e animadora dos Círculos de Cultura, onde se estabelece uma interação com os profissionais de saúde que atuam nos três municípios estudados, sujeitos do estudo, determinando-se a conjugação da investigação com os processos mais amplos da ação educativa. Resultados: percebe-se que capacitar é uma forma de se orientar o caminho a ser seguido. Mostrou-se que o aprender e o ensinar, com o uso da metodologia problematizadora, levam o indivíduo à transformação. Conclusão: observa-se que o círculo de discussão baseado na gestão participativa promove profissionais inovadores e transformadores no cotidiano do trabalho e fornece subsídios para a educação em saúde relacionada à hanseníase.


Palavras-chave


Estratégias; Círculo de Discussão; Oficina de Trabalho; Profissional de Saúde; Educação em Saúde; Hanseníase.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Freitas LRS, Duarte EC, Garcia LP. Analysis of the epidemiological situation of leprosy in an endemic area in Brazil: spatial distribution in the periods 2001-2003 and 2010-2012. Rev Bras Epidemiol. 2017 Oct/Dec; 20(4):702-13. DOI: 10.1590/1980-5497201700040012

Organização Mundial de Saúde. Estratégia global para hanseníase 2016-2020: aceleração rumo a um mundo sem hanseníase [Internet]. Genebra: OMS; 2016 [cited 2017 Dec 19]. Available from: http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2017/setembro/06/Estrategia-Global-para-Hanseniase-OMS-2016-2020.pdf

Ministério da Saúde (BR), Gabinete do Ministro. Portaria nº 204, de 17 de fevereiro de 2016. Define a lista nacional de notificação compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde pública nos serviços de saúde públicos e privados em todo o território nacional, nos termos do anexo, e dá outras providências [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2016 [cited 2018 Sept 20]. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2016/prt0204_17_02_2016.html

Nardi SMT, Paschoal VDA, Zanetta DMT. Social participation of people affected by leprosy after discontinuation of multidrug therapy. Lepr Rev [Internet]. 2011 Jan [cited 2018 Dec 10]; 82(1):55-64 Available from: https://pdfs.semanticscholar.org/d4e9/785642fe99fe8dc3780574f3ba1a71031e28.pdf

Araujo NM, Storer JM, Burin EA, Fontes MCF, Arcêncio RA, Pieri FM. Access regarding leprosy patients in primary health care: potentialities, fragilities and challenges. Hansen Int [Internet]. 2016 [cited 2019 Dec 12]; 41(1-2):72-83. Available from: https://repositorio.usp.br/item/002945412 f

Guimarães GG, Aerts D. Health education practices and Family Health Strategy. Ciênc Saúde Colet. 2011 Jan; 16(1):319-25. DOI: 10.1590/S1413-81232011000100034

Clapis MJ, Marques EA, Corrêa AK, Souza MCBM, Borba KP. Problematization methodology in primary healthcare teaching. Rev Bras Enferm. 2018 Jan; 71(Suppl 4): 1671-7. DOI: 10.1590/0034-7167-2017-0157

Paro AC, Ventura M, Silva NEK. Paulo freire and untested feasibility: hope, utopia and transformation in health. Trab Educ Saúde. 2019 June; 18(1):1-22. DOI: 10.1590/1981-7746-sol00227

Fujita JALM, Carmona EV, Shimo AKK, Mecena EH. Problematization methodology with Maguerez´s Arch on therapeutic play teaching. Rev Port de Educação. 2016 June; 29(1):229-58. DOI: 10.21814/rpe.5966

Almeida LP, Cortez EA. Ongoing health education and standard operating procedure: a convergent care research. Online Braz J Nurs [Internet]. 2016 Nov [cited 2019 Aug 10]; 15(Suppl) :546-8. Available from: http://www.objnursing.uff.br/ index.php/nursing/article/view/5598

Cortes LF, Padoin SMM, Berbel NAN. Problematization Methodology and Convergent Healthcare Research: praxis proposal in research. Rev Bras Enferm. 2018 Mar/Apr; 71(2):440-5. DOI: 10.1590/0034-7167-2016-0362

Silva SS, Assis MMA, Santos AM. The nurse as the protagonist of care management in the estratégia saúde da família: different analysis perspectives. Texto contexto-enferm. 2017 Aug; 26(3):2-9. DOI: 10.1590/0104-07072017001090016

Freire P. Educação como prática da liberdade. 11th ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra; 1980.

Freire P. Criando métodos de pesquisa alternativa: aprendendo a fazê-la melhor através da ação. In: Brandão CR, organizador. Pesquisa participante. São Paulo: Brasiliense; 1999. p. 34-41.

Lima LO. Método Paulo Freire: processo de aceleração de alfabetização de adultos. In: Lima LO. Tecnologia, educação e democracia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira; 1979. p.175-6.

Heidemann ITSB, Dalmolin IS, Rumor PCF, Cypriano CC, Costa MFBNA, Durand MK. Reflections on paulo freire’s research itinerary: contributions to health. Texto contexto-enferm. 2017 Nov; 26(4):1-8. DOI: 10.1590/0104-07072017000680017

Pelicioni MCF, Pelicioni AF. Education and health promotion: a historical retrospect. Mundo da Saúde [Internet]. 2007 July/Sept [cited 2018 Apr 20]; 31(3):320-8. Available from: http://www.saocamilo-sp.br/pdf/mundo_saude/55/02_restrospectiva_historica.pdf

Fundação Paulista Contra a Hanseníase. Hanseníase? [Internet] São Paulo: Fundação Hanseníase; 2005 [cited 2018 Sept 10] Available from: https://www.fundacaohanseniase.org.br/

Borille DC, Brusamarello T, Paes MR, Mazza VA, Lacerda MR, Maftum MA. The application of the arch of problematization method in the data collection of a nursing study: experience report. Texto contexto-enferm. 2012 Jan/Mar; 21(1):209-16. DOI: 10.1590/S0104-07072012000100024

Falkenberg MB, Mendes TPL, Moraes EP, Souza EM. Health education and education in the health system: concepts and implications for public health. Ciênc Saúde Coletiva. 2014 Mar; 19(03):847-51. DOI: 10.1590/1413-81232014193.01572013

Mendes EV. The care for chronic conditions in primary health care. Rev Bras Promoç Saúde. 2018 Apr/June; 31(2):1-3. DOI: 10.5020/18061230.2018.7565

Martin AKL, Souza JWR, Vieira AF, Sousa EAT. Education practice in health in the family health strategy in the perception of nurses. Rev Saúde.com [Internet]. 2016 [cited 2018 Dec 10]; 12(1):514-20. Available from: http://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/398.

Medeiros AC, Pereira QLC, Siqueira HCH, Cecagno D, Moraes CL. Participative management in permanent health education: view of the nurses. Rev Bras Enferm. 2010 Jan/Feb; 63(1):38-42. DOI: 10.1590/S0034-71672010000100007

Medeiros CRG, Gerhardt TE. Evaluation of the Health Care Network in small towns from the perspective of management teams. Saúde Debate. 2015 Dec; 39(Spe):160-70. DOI: 10.5935/0103-1104.2015S005201




DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963.2021.246323



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios