AS SEMELHANÇAS, DIFERENÇAS E INTERAÇÕES ENTRE OS MUNDOS VIVIDOS E OS CIRCUITOS DE FLUXOS SÓCIOESPACIAIS DE REDES DE DORMIR DO NORDESTE BRASILEIRO

Rosalvo Nobre Carneiro, Alcindo José de Sá

Resumo


Há diferenças e semelhanças na produção e reprodução sócio-espacial dos lugares produtores de redes de dormir da região Nordeste do Brasil, cuja causa deve ser buscada nas interações entre seus mundos da vida, partilhados intersubjetivamente, e os mundos do sistema representados por seus circuitos de fluxos sócio-espaciais. O mundo vivido aparece como o solo daquilo que é dado como certo para as pessoas, apresentando uma estrutura formada por personalidade, sociedade e cultura. Tal mundo encontra-se em processo de colonização pelo mundo do sistema, representado pelo mercado e pelo Estado e suas instituições, que, no caso dos municípios fabricantes de redes de dormir do Nordeste brasileiro se refere aos circuitos de fluxos inferiores informais, circuitos de fluxos inferiores formais e circuitos de fluxos superiores secundários, além do Poder Público nele atuante. As relações entre mundo vivido e circuitos de fluxos sócio-espaciais da indústria têxtil de redes de dormir têm possibilitado novas formas de crescimento econômico e desenvolvimento sócio-espacial a partir de fora, baseadas nos Arranjos Produtivos Locais, sem, no entanto, deixar de considerar os processos de desenvolvimento endógeno, baseados na cultural local.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES