USO, AFETIVIDADE E PERCEPÇÃO: UM ESTUDO DA SATISFAÇÃO DOS FREQUENTADORES DO PARQUE DO SABIÁ EM UBERLÂNDIA-MG

Renata Geniany Silva Costa, Marcus Vinícius Benachio, Adairlei Silva Borges, Merlene Muno Colesanti

Resumo


Os parques urbanos constituem espaços livres, com predominância de elementos vegetais, destinados à recreação, ao lazer e a conservação da natureza. Contudo, contraditoriamente, o esforço para criar e promover a conservação desses espaços também é muito grande. Entendendo que a conservação de áreas construídas ou naturais, está intimamente relacionada aos desejos e expectativas de seus frequentadores, o presente trabalho teve como objetivo conhecer a satisfação dos frequentadores do Parque do Sabiá em Uberlândia - MG, procurando conhecer a percepção, uso e a relação de afetividade estabelecida com o Parque. Foi realizada uma entrevista semi-estruturada, aplicada a um universo de 24 sujeitos. Verificou-se grande satisfação por parte dos visitantes entrevistados com o Parque do Sabiá, sendo a natureza o principal elemento de valorização desse espaço.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES