COMPORTAMENTO DE ELEMENTOS QUÍMICOS EM AMBIENTE SUPERGÊNICO E PEDOGÊNESE - PARQUE MUNICIPAL DAS MANGABEIRAS, QUADRILÁTERO FERRÍFERO (MG)

Carlos Eduardo Fernandes de Holanda, Guilherme Taitson Bueno

Resumo


O presente artigo tem como objetivo caracterizar a mineralogia e discutir o comportamento de elementos químicos de um perfil de solo situado em posição de alta vertente, no Parque das Mangabeiras (Belo Horizonte-MG), sobre filitos dolomíticos da Formação Gandarela (Quadrilátero Ferrífero). Buscou-se, ainda, discutir aspectos da gênese do solo estudado. Para este fim, foram coletadas 8 amostras dos horizontes do solum e da rocha pouco intemperizada em diferentes profundidades em uma trincheira. As análises de química total foram feitas por fluorescência de raios-X, em laboratório do CDTN-UFMG. Os dados foram discutidos em conjunto com informações já disponíveis sobre a vertente estudada. Observou-se que os principais elementos químicos no perfil são o Si, o Al e o Fe. Há ainda pequenas quantidades de Ca, Mg e K, além de Ti e Zr. Não há indicação de concentração dos elementos considerados menos móveis (Zr, Ti, Al) nos horizontes pedológicos do perfil se comparados com a rocha pouco alterada. Isso sugere que se trata de um solo jovem, apesar da topografia pouco acidentada e da posição próxima ao topo da vertente.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.