A PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO NA PRAÇA MARECHAL DEODORO DA FONSECA (PRAÇA DA BANDEIRA), EM TERESINA-PI

Francilio dos Santos de Amorim, Keylon de Oliveira Sousa, Teresa Cristina Ferreira da Silva

Resumo


A globalização e o capitalismo proporcionam às áreas urbanas e rurais uma reestruturação espacial modificando padrões sócio-econômicos. As cidades, em especial, tiveram uma rápida modernização, advinda, principalmente, da expansão demográfica e industrial. A produção do espaço sócio-econômico dá-se por inúmeros fatores, dentre eles a centralização, descentralização, coesão, segregação e rugosidades. Cada fator com sua especificidade ajudam a preservar e recriar áreas econômicas importantes dentro de uma cidade. Na Praça Marechal Deodoro da Fonseca (Praça da Bandeira) localizada na área central da cidade de Teresina-PI, são constatados vários processos ocupacionais que compõe o seu entorno, determinando a produção do espaço urbano e sócio-econômico. O objetivo do desenvolvimento dessa pesquisa foi identificar quais fatores espaciais produzem o espaço urbano na Praça da Bandeira. Metodologicamente foi utilizada pesquisa bibliográfica, trabalho de campo, além de observações. Dentro do espaço urbano produzido na área analisada, foram identificados processos de centralização produzidos, principalmente, pelos meios de transportes; foi identificado também um processo de coesão, representado pela diversidade de produtos nos comércios, os quais dispõem para venda desde roupas a materiais de construção; um outro processo que se faz importante citar, são as rugosidades, pois novos arranjos foram erguidos no entorno da praça. Contudo, é necessário ressaltar que a praça e o seu contorno sofrem com a ocupação desorganizada gerada pela dinâmica local.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES