O PAPEL DA PESQUISA E DA EXPERIÊNCIA NA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES DE GEOGRAFIA: REFLEXÕES A PARTIR DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS

Amélia Cristina Bezerra

Resumo


As reflexões que envolvem o processo de formação do professor de Geografia são atravessadas por várias linhas de força, entre as quais se destaca o papel da experiência de estágio nos cursos de licenciaturas. Muitos têm sido os trabalhos que contemplam tal temática, sendo este artigo mais uma contribuição nessa direção. Para tanto, propomos uma reflexão que colabore com a compreensão do estágio como uma experiência de pesquisa que contribui com o saber-fazer, mas que, ao mesmo tempo, está aberta às incertezas e dúvidas que envolvem a formação do docente. Nessa proposta reflexiva pontuamos, mesmo que brevemente, uma discussão sobre a ideia de experiência na sociedade contemporânea; em seguida, elaboramos uma discussão sobre a relação entre ensino e pesquisa, ponto de partida fundamental para transformarmos a experiência de estágio em um momento de construção de saberes. Esse percurso analítico é iluminado pelas vivências construídas enquanto professora das disciplinas de estágio da Universidade Federal Fluminense – UFF e ainda das pesquisas que vêm sendo realizadas no Laboratório de Ensino de Geografia – LEGEO/UFF.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES