O ESPAÇO PERIURBANO ENTRE CAMPINA GRANDE E LAGOA SECA (BRASIL): USO DO SOLO E DISTINÇÕES SOCIOCULTURAIS

José Silvan Borborema, Caio Augusto Amorim Maciel

Resumo


O artigo tem por finalidade discutir a formação do espaço periurbano entre as cidades de Campina Grande e de Lagoa Seca – Paraíba/Brasil, destacando as novas formas de uso do solo que estabelecem diversas relações socioeconômicas e culturais entre a população que ali reside e circula. As mudanças e permanências ocorridas na área em questão se deram a partir da segunda metade da década de 1990, com a territorialização de condomínios horizontais, pousadas, loteamentos populares e restaurantes, mas que ainda estão entremeados à agricultura de caráter familiar, comércio de produtos artesanais, plantas para ornamentação, etc. Assim, busca-se entender, mediante uma leitura histórica e geográfica, as características socioespaciais da área que se mostram relevantes para a formação de uma zona periurbana nessa porção do território paraibano.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.