INFLUÊNCIA DA EXPANSÃO URBANA EM RECIFE (PE) NO FLUXO DE CALOR SENSÍVEL ATRAVÉS DE IMAGENS DIGITAIS DO TM LANDSAT 5

Ranyére Silva Nóbrega, Elvis Bergue Mariz Moreira, Bernardo Barbosa da Silva

Resumo


O fluxo de calor sensível (H) é um importante componente do balanço de energia e tem grande relevância em estudos de clima urbano, podendo ser determinante nas áreas susceptíveis ao aquecimento da temperatura do ar e desconforto térmico, subsidiando informações para planejamento urbano e monitoramento de variáveis ambientais. O trabalho em tela objetivou-se analisar a influência da superfície urbana no fluxo de calor sensível H, através do algoritmo SEBAL (Surface Energy Balance Algorithm for Land) na cidade do Recife. Destarte, obteve-se, a estimativa do fluxo de calor sensível mediante imagens multiespectrais do Mapeador Temático do satélite Landsat 5, referente as datas 2000, 2006, 2007, 2010 e 2011. Os resultados encontrados elucidaram para as imagens em estudo, os maiores valores no dossel urbano com estimações acima de 350 Wm-2 em todas as cenas analisadas, e os menores destacaram-se nas áreas com predomínio de vegetação e superfícies líquidas apresentando valores menores de 250 W-2. Observou-se que as mudanças ocorridas no uso do solo ao longo dos anos na cidade do Recife, exerceram influência entre as trocas dos fluxos energéticos e por conseguinte, criam áreas de desconforto térmico e susceptível ao fenômeno das ilhas de calor.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES