Análise dos eventos de chuva extrema e seus impactos em Fortaleza-CE, de 2004 a janeiro de 2015

Iohanna Bezerra Rrodrigues, Júlia Monteiro Holanda, Dayane Siqueira Gonçalves, Marta Celina Linhares Sales

Resumo


O presente trabalho objetiva fazer uma análise acerca dos eventos de chuva extrema que ocorrem em Fortaleza. Entender o ritmo climático na capital citada se torna imperativo posto o elevado índice de áreas de risco, onde a população se encontra, muitas vezes, despreparada para lidar com eventos climáticos atípicos. Nesse sentido, fez-se uma análise dos anos de 2004 a janeiro de 2015 com o intuito de identificar a quantidade de eventos climáticos extremos, considerando as chuvas acima de 60mm/24h como já causadoras de impactos negativos sobre o ambiente urbano (ZANELLA, 2006; ZANELLA, SALES e ABREU, 2009; GONÇALVES, 2011). Foram utilizados dados da estação meteorológica do PICI que é mantida pela FUNCEME, imagens de satélite do CPTEC/INPE, Cartas sinóticas da Marinha do Brasil e reportagens e imagens veiculadas pela mídia local. Apesar de ter sido feita uma análise ao longo desses dez anos, foi enfocado neste trabalho o último evento extremo da série histórica, devido sua proporção a nível de perdas materiais e sua baixa intensidade pluviométrica. Espera-se que os estudos envolvendo essa temática sirvam como subsídio à gestão municipal quanto à prevenção de perdas materiais e até mesmo humanas em caso de eventos extremos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES