Variabilidade decadal da precipitação em Microrregiões do Piauí – Brasil

Raimundo Mainar Medeiros

Resumo


As variabilidades decadais e a comparação com a média histórica pluviométrica para as microrregiões de coleta de precipitações no Estado do Piauí, baseando-se em séries históricas de 1912 a 2011 e de 1962-2011, poderão contribuir nas decisões de setores como a economia, agropecuária, irrigação, produção de energia, recursos hídricos, aos técnicos agrícolas e tomadores de decisões, principalmente em casos de eventos extemos. Os fatores provocadores de chuvas para a área em estudo demostram suas variabilidades dependendo das atividades de sistemas atmosféricos atuantes como: Zona de convergência do Atlântico Sul, Zona de Convergência Intertropical, vestígios de frentes frias, Linhas de instabilidades e as formações dos ciclones de altos níveis, contribuindo para maiores ou menores variabilidades pluviométricas. As contribuições locais e a Zona de Convergência Intertropical atuam com intensidade no setor norte e provocaram chuva acima da normalidade em algumas décadas. As influencias dos fenômenos El Niño (La Niña) para as décadas em estudo na forma de fenômenos adversos apresentaram contribuições isoladas.

Palavras-chaves: Oscilações decadal, irrigação, fatores provocadores e/ou inibidores de chuvas. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos



INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.