Centralidade urbano-regional da pecuária de Araguaína-TO: a capital do boi gordo?

Roberto Antero da Silva

Resumo


O artigo discute a centralidade urbano-regional de Araguaína, cidade média da Amazônia brasileira, mediadora de acumulação da pecuária capitalista, e que recebe o cognome de capital do boi gordo. Concentra em seu espaço urbano empresas multinacionais e nacionais que controlam o beneficiamento e a comercialização da produção regional, e, nas principais avenidas corredores se especializam na distribuição de bens e serviços de apoio a pecuária, caracterizando a cidade como expressão desta atividade econômica. A metodologia operacional utilizada combina fontes bibliográficas, dados socioeconômicos e pesquisa direta. Aborda-se de maneira particular sobre uso do espaço urbano pela pecuária, destacando como esta atividade econômica atribui o perfil do que é a cidade propriamente dita, inclusive no clichê que se cria em relação a ela. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES