PERCEPÇÃO DAS COMUNIDADES LOCAIS EM RELAÇÃO AOS IMPACTOS NA SAÚDE E AMBIENTE DECORRENTES DA AMPLIAÇÃO DE UM COMPLEXO INDUSTRIAL PORTUÁRIO

Stevam Gabriel Alves, Thialisson Santos Ribeiro, Emanuelly de Arruda Marques, Juliana Carneiro Pires, Nathalie Agripino Alves, Maria José Cremilda Ferreira Alves, Mariana Olívia Santana dos Santos, Idê Gomes Dantas Gurgel

Resumo


O Complexo Industrial Portuário de Suape (CIPS) em Pernambuco tem recebido grandes investimentos, tendo como finalidade a ampliação do modelo de desenvolvimento adotado pelo Estado. Com o objetivo de analisar os impactos causados pelas atividades industriais no ambiente das comunidades locais, foram realizadas: pesquisa bibliográfica e visita de campo, onde foram feitas observações e entrevistas com a população. A análise dos resultados revelou que o CIPS tem aspirado apenas o crescimento econômico e tem causado sérios danos - no ambiente e vida da população moradora do entorno. A mudança do atual modelo de desenvolvimento é fundamental. Essa transformação requer do Estado, das corporações empresariais e da sociedade civil a retomada dos direitos humanos fundamentais e a adoção de medidas de proteção ambiental, possuindo como finalidade a promoção da justiça social.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.