A POLÍTICA PÚBLICA DE COMPENSAÇÃO FINANCEIRA DOS RECURSOS NATURAIS

Francisco Kennedy Silva dos Santos, Etevaldo Almeida Silva

Resumo


Este ensaio de natureza exploratória, constituída de duas fases: descritiva e explicativa vislumbra o interesse pelo estudo da compensação financeira, tem relação com a sua importância, como alternativa para implementação de instrumento econômico e de gestão, que contribua para o desenvolvimento social, econômico e ambiental, reduzindo os impactos negativos decorrentes da produção. Durante a pesquisa constatou-se que a compensação financeira dos recursos naturais pode ser um mecanismo utilizado para evitar a produção desordenada das externalidades negativas e por outro lado servirá como instrumento econômico que proporciona o equilíbrio equitativo do meio ambiente. Foi também possível identificar que a categoria compensação financeira, é um campo de estudo que apresenta perspectivas positivas para novas pesquisas, porque ainda se revelou pouco explorada e com necessidade de mais literatura.  Se constatou também a necessidade de elaboração de um instrumental metodológico que der suporte a avaliação desta política pública.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.