PROCESSOS E TRANSFORMAÇÕES NO CAMPO RELIGIOSO NO BRASIL E NA ARGENTINA: leituras pós-coloniais.

Amurabi Pereia de Oliveira, Matilde Eugenia Viglianchino

Resumo


As últimas décadas do século XX foram impactadas por profundas transformações socioculturais, políticas e económicas em praticamente todo o mundo. Desde os mais distintos lugares se tem falado de globalização, pós-modernidade, capitalismo avançado, "Império", para referir-se aos novos contextos com que os cientistas sociais devem trabalhar. Neste marco, primeiro de modo mais sutil e, logo depois, com mais força, começaram a desenvolver o que para alguns investigadores constituem os novos enfoques para abordar o estudo dos fenômenos religiosos, marcados principalmente pelo deslocamento do sagrado para a esfera subjetiva dos sujeitos, por uma busca pelo aperfeiçoamento do self, que se toma a marca do movimento difuso conhecido como Nova Era, no qual elementos religiosos e não religiosos são utilizados performaticamente e metaforicamente visando um objetivo determinado, determinado inclusive temporalmente. Visamos neste trabalho discutir as transformações ocorridas no campo religioso brasileiro e argentino a partir de uma leitura pós-colonial, buscando compreender como outras ecologias de saberes (Santos, 2007) são articuladas neste novo momento, constituindo uma nova realidade simbólica em termos religiosos, seja a partir de uma releitura de religiosidades inseridas no processo colonialou a partir de um novo arranjo de elementos até então não presentes.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427