Ética, moral e política na visão de professores brasileiros e alemães!

Thomas Leihãuser

Resumo


Estudo com professores brasileiros de Sociologia no Ensino Médio e professores de Filosofia e Política no nível de ensino correspondente na Alemanha põe em evidência preocupações e traços comuns e específicos em relação ao ensino das disciplinas mencionadas em um e outro país. O discurso apreendido mediante a técnica do grupo focal permite, à luz da teoria da consciência da vida cotidiana, mostrar que os dois grupos voltamse para a ética, a moral e a política na sua reflexão sobre a prática de ensino dessas disciplinas com jovens em ambos os países. Modelos de pensamento e estratégias de comportamento são, entretanto, distintas nos grupos investigados: o brasileiro organiza a sua reflexão em tomo da necessidade de formação especializada e iniciativas tomadas para suprir lacunas de preparação acadêmica e despertar o interesse de alunos e pais pela disciplina Sociologia, perpassadas pelos ideais de transformação social; o alemão, em contrapartida, embora tenha, igualmente, a preocupação em despertar o interesse pelas disciplinas referidas, salienta a dificuldade de abstração dos jovens e a dimensão moral e ética contida no ensino da Filosofia e Política, e na sua reflexão inclui a dimensão política percebida como inerente ao ensino de tais disciplinas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427