WEBER E HABERMAS: ACERCA DE ALGUMAS DIFERENÇAS SOBRE A CONSTITUIÇÃO DA DEMOCRACIA MODERNA

Edilene M. de Carvalho Leal

Resumo


Esse artigo tem a pretensão de comparar a análise weberiana acerca da constituição e destruição histórica da autonomia da cidade do ocidente medieval com a que foi empreendida ror Habermas sobre o nascimento e o esfacelamento àa " esfera pübúca burguesa" em tempos àe '-'1>a'lxa" e "alta" modernidade ocidental. Destacarnos que, no caso de Max Weber, a autonomia citadina configurou um c~so-limite irrepetível na história e possibilitou a formulação de uma democracia participativa; em Habennas, contrariamente, o recorte espaço-temporal é precisamente a "modernidade" pós-feudalismo e pós Estado burocrático-patrimonial em que uma esfera pública e outra privada se constituíram e se uniram em uma instituição de caráter democrático crítico-argumentativo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427