O PODER DO DISCURSO CARISMÁTICO

Luciane Cristina de Oliveira

Resumo


Baseando-se em observações realizadas durante pesquisa de mestrado, o artigo parte da premissa de que homens e mulheres pertencentes ao movimento religioso da Renovação Carismática Católica (RCC) sujeitam-se a uma rígida regra de conduta moral, diferindo da cristandade sensual e lírica herdade dos portugueses. A Renovação busca estabelecer o ‘domínio’ sobre o pensamento e as práticas cotidianas das(os) carismáticas(os), frisando a presença de um Deus onipotente e onipresente em suas vidas. Impõe a repressão da sexualidade, atribuindo limitações ao casamento, com a monogamia e a necessidade de procriação, além de reconhecer esse espaço como o único legítimo para a prática da sexualidade entre as(os) fiéis. O movimento constrói a identidade das(os) carismáticas(os), fazendo-as(os) abdicar da liberdade de escolha em prol de um poder disciplinar, buscando construir corpos dóceis.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427