A ESCOLA ENQUANTO ESPAÇO DE REPRODUÇÃO DA EXCLUSÃO DIGITAL

Tamara Benakouche

Resumo


A crescente apropriação social das novas tecnologias de comunicação e informação (NTCI), e em especial da Internet, é um dos fenômenos globais mais marcantes dos últimos vinte anos. Esse processo, entretanto, levou à exclusão de massas de indivíduos dos usos dessas mesmas tecnologias, comprometendo muitas vezes o exercício dos seus direitos de cidadania. Essa forma de exclusão vem sendo nomeada de ‘exclusão digital’, e se manifesta com bastante evidência no Brasil. Quais os mecanismos que favorecem a sua reprodução no país? Uma das respostas possíveis a essa questão pode ser buscada nas dificuldades observadas pelos sistemas de ensino, em seus diversos níveis, para incorporar as NTCI em suas práticas cotidianas. Com efeito, acreditamos que uma das possibilidades mais imediatas para o acesso amplo à Internet, na sociedade brasileira, encontra-se nas escolas. No entano, esta possbilidade vem sendo ignorada pelos cursos de licenciatura, que continuam formando professores inabilitados para enfrentar os novos cenários sociotécnicos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427