Antônio MOSER. Biotecnologia e bioética: para onde vamos? Rio de Janeiro; Petrópolis: Vozes, 2004. 453 páginas.

Jonatas Ferreira

Resumo


A frutífera atividade pastoral do Frei Antônio Moser tem resultado, no campo teórico, em uma abundante coleção de ensaios e livros . Biotecnologia e bio ética é seu décimo quarto livro. Trata-se de uma obra importante sob vários aspectos. Em primeiro lugar, eu ressaltaria o esforço bem sucedido de sistematização e síntese de uma gama ampla, variada de avanços no campo da biologia molecular. Quem quer que lide com o tema do ponto de vista das humanidades sabe da dificuldade envolvida nessa tarefa. Sem esse passo, todavia, como poderemos nos orientar dentro de um campo da atividade científica que avança de forma tão surpreendente quanto veloz? Em segundo lugar, eu chamaria atenção para o fato de, ao lidar com as questões éticas e políticas relacionadas ao desenvolvimento da biotecnologia contemporânea, Moser abrir seu livro para orientações teóricas e políticas variadas. Sem esse esforço , como reconhec er o caráter ético e pedagógico que o próprio debate promove e que Moser propõe? Através do diálogo é possível não apenas esclarecer aos outros nossos pontos de vista, mas construí-los

verdadeiramenteI . Em terceiro lugar, impressiona a maneira direta, a prosa fluente, como, dentro desse debate que exige certamente iniciação, Moser se posiciona de dentro de uma tradição cultural imediatamente identificável. Nesse momento de tanto descentramento , de tantas possibilidades de construir algo que alguns passaram a chamar pós-humano, é um alívio ver alguém falando tão à vontade de uma perspectiva humanista, cristã, católica, pastoral.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427