ESTUDO COMPARATIVO SOBRE O TRABALHO DE MULHERES VENDEDORAS DE RUA, EM CALCUTÁ E RECIFE.

Veronique Durand

Resumo


Essas reflexões são o resultado de uma pesquisa realizada em 1989, 1990 e 1991, nas cidades de Recife e Calcutá. Trata-se de um relatório ligado tanto a sociologia urbana como a sociologia do cotidiano (MAFFESOLI, 1985 e 1986), onde são ressaltadas questões da identidade da mulher. Esse conceito de identidade foi apreendido dentro da relação Mulher - em meio desfavorecido -, Trabalho - dentro do setor dito informal - e Família, junto com as Mentalidades, no âmbito da rua (da grande cidade). Foram entrevistadas cinquenta mulheres brasileiras, de uma faixa etária de 16 a 70 anos, e vinte mulheres indianas, de 10 a 50 anos. Os temas sempre presentes tais como: emprego, "informal", mulher e trabalho das mulheres, trocas e simbologia da alimentação mas também e antes de tudo, identidade e mentalidades fazem com que a realidade da rua no cotidiano, apesar de uma homogeneidade aparente e superficial para o olhar alheio, e vivida de maneira muito diferente ou até oposta no que diz respeito aos próprios atores sociais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427