Tempos no corpo: contribuições do método lefebvriano para a pesquisa urbana (latino-americana)

Fraya Frehse

Resumo


Resumo

Quais as contribuições que, para a conceituação da diferença no mundo urbano atual, podem oferecer pesquisas sobre cidades latino-americanas orientadas pelo método regressivo-progressivo lefebvriano? Enfocar, sob tal prisma metodológico, em particular a historicidade das regras de comportamento corporal na Praça da Sé da São Paulo tal qual investigada documental e etnograficamente entre 1997 e 2012, traz para o primeiro plano analítico um espaço definido: o corpo de quem é pedestre naquele logradouro. Esse carrega indícios de quatro contribuições conceituais do método para a pesquisa urbana latino-americana e os estudos urbanos internacionais em geral, quando o assunto é diferença. O método incentiva à compreensão da complexa coexistência de tempos históricos nos corpos tanto dos seres humanos quanto das edificações e equipamentos urbanos; favorece o reconhecimento da dimensão histórica das contradições sociais implícitas no uso de ruas e praças públicas; evidencia diferenças históricas em/entre cidades que são apreensíveis no nível da prática espacial dos pedestres nos espaços públicos urbanos; ressalta a relevância conceitual crítica do tempo histórico na reflexão contemporânea sobre a produção do espaço urbano.


Palavras-chave

Método regressivo-progressivo (Henri Lefebvre). Estudos urbanos (América Latina). Espaços públicos (ruas e praças). Regras de comportamento corporal (pedestres).


TIMES IN THE BODY: Contributions of the Lefebvrean Method to (Latin American) Urban Research


Abstract

Which are the contributions that researches on Latin American cities which resort to Henri Lefebvre’s regressive-progressive method may offer to the urban studies’ debate on how to conceptualize difference in the present-day urban world? By focusing especially on the historicity of the rules of body behavior by pedestrians which could be depicted in documentary and ethnographic terms in the São Paulo Praça da Sé (cathedral square) between 1997 and 2012, what comes to the analytic forefront is a definite space: the body of the São Paulo pedestrian. This one evidences four conceptual contributions of the Lefebvrean method for (Latin American) urban research, when it comes to difference. The method encourages researchers to understand the complex coexistence of historical times in the bodies of human beings, of buildings and of the urban equipment; it favours one’s recognizing the historical dimension of the social contradictions implicit in the use of public streets and squares; it evidences historical differences in/between cities which may be depicted in the level of the pedestrians’ spacial practice in the urban public spaces; it emphasizes the critical conceptual relevance of historical time in the contemporary reflection on the production of urban space.


Keywords

Regressive-progressive method (Henri Lefebvre). Urban studies (Latin America). Public spaces (streets and squares). Rules of body behavior (pedestrians).


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427